Marcelo Di Rezende Bernardes

Marcelo Di Rezende Bernardes

Migalheiro desde fevereiro/2008.
Advogado criminalista militante há mais de 22 anos, com atuação primordial no Estado de Goiás, Tocantins e Brasília, sendo Sócio Fundador da Di Rezende Advocacia & Consultoria S/S, que tem atuação na área do Direito Empresarial como um todo, no auxílio total a empresas, com o diferencial de atender também as pessoas físicas e jurídicas em todo o âmbito do Direito Criminal. Mestre em Direito pela PUC-GOIÁS, é Professor Universitário de graduação e pós-graduação do Curso de Direito da PUC-GOIÁS. Autor dos livros A Aplicabilidade das Decisões da Corte Interamericana de Direitos Humanos no Brasil,
As mulheres contra-atacam
Migalhas de Peso
7/8/2006

As mulheres contra-atacam

Já acolhido pela Comissão de Constituição, Justiça e de Cidadania da Câmara Federal, e enviado no último dia 27 de março para o Senado, é o Projeto de Lei de n.º559/04, que cria mecanismos para coibir a violência contra a mulher e estabelecem as medidas para a prevenção, assistência e proteção às mulheres em situação de violência. O referido projeto autoriza a União e os Estados a criarem Varas e Juizados Especiais de violência doméstica e familiar contra a mulher, com competência cível e criminal.
O alvo, agora, são os advogados
Migalhas de Peso
12/5/2005

O alvo, agora, são os advogados

Nos últimos meses e, mais recentemente, na semana passada, a comunidade advocatícia como um todo, assistiu uma vez mais, perplexa e com grande indignação e repúdio, frise-se, aos atos do Poder Judiciário que tem autorizado procedimentos e ações policiais em execuções de mandados de busca e apreensão, que indevidamente vem permitindo a invasão literal de vários escritórios de Advocacia, obrigando advogados a entregarem todos os documentos de clientes que estavam sob sua guarda, vasculhando arquivos, pastas e bancos de dados em computadores.
O ensino jurídico sob uma nova ótica
Migalhas de Peso
27/1/2005

O ensino jurídico sob uma nova ótica

Já há muito percebemos com clarividência solar que a qualidade do ensino jurídico em nosso país, de uma forma geral, mesmo com o empenho hercúleo por meio da ação conjunta de certos professores, educadores e dirigentes, anda deveras capenga e vacilante, não sendo sequer eximidas da chibata nem as tradicionais Universidades do país, onde recentemente tivemos a infeliz notícia de que alguns de seus cursos, tanto de graduação quanto de pós-graduação, foram reprovados pelo MEC.
Lúcio Flavio é eleito para comandar OAB/GO
Migalhas Quentes
27/11/2015

Lúcio Flavio é eleito para comandar OAB/GO

...Rodolfo Otávio Pereira da Mota Oliveira (Presidente da Casag) e Marcelo Di Rezende Bernardes (Vice-presidente da Casag). Para o Conselho Federal foram eleitos: Dalmo Jacob do Amaral Júnior, Fernando de Paula Gomes Ferreira e Leon Deniz Bueno da Cruz. Propostas OAB/GO transparente, democrática e moralizada. Aprimorar trabalho com os advogados em início de carreira, entre as medidas a revitalização da Escola Superior de Ensino (ESA). Independência financeira das subseções Criação de uma procuradoria dentro da OAB/GO voltada a defender as prerrogativas dos...
TJ/GO - Juiz manda hospitais e médico arcarem com despesas por cirurgia mal sucedida
Migalhas Quentes
21/7/2009

TJ/GO - Juiz manda hospitais e médico arcarem com despesas por cirurgia mal sucedida

O juiz Lourival Machado Costa, em substituição na 6ª Vara de Família de Goiânia, determinou ao Instituto Neurológico de Goiânia, Hospital de Especialidades e ao médico Aureo Ludovico Teixeira que paguem todas as despesas médicas e hospitalares de Daliana Kristel Gonçalvez Camargo, de 31 anos, relativas à complicações causadas por uma cirurgia de “redução de estômago” realizada pelo profissional....
Lugar de Mulher é na "Corte"
Migalhas Quentes
6/3/2009

Lugar de Mulher é na "Corte"

Vinte e cinco milhões de mulheres entraram no mercado de trabalho brasileiro entre os anos de 1976 e 2002, segundo dados da Fundação Carlos Chagas. Em janeiro de 2008, nas principais capitais brasileiras - Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre – elas representavam 43,1% do total feminino destas regiões – segundo o IBGE. ...
Em GO, juiz reconhece litigância de má-fé e condena advogado ao pagamento das custas, despesas e honorários advocatícios
Migalhas Quentes
2/10/2007

Em GO, juiz reconhece litigância de má-fé e condena advogado ao pagamento das custas, despesas e honorários advocatícios

Grátis... Em GO, juiz reconhece litigância de má-fé e condena advogado ao pagamento das custas, despesas e honorários advocatícios Reconhecendo a litigância de má-fé na propositura da ação, o juiz Aldo Guilherme Saad Sabino de Freitas, do 2º Juizado Especial Cível de Anápolis, condenou o advogado Nivaldo José de Sousa ao pagamento das custas, despesas e honorários advocatícios da parte contrária em ação que ele propôs contra a empresa Saint Martin Automóveis Ltda. Na demanda, Nivaldo teria dito que a empresa não honrou compromisso feito em propaganda e queria que...