sexta-feira, 17 de setembro de 2021

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Aos gritos, juíza nega direito parcial ao silêncio e bate na mesa
Audiência virtual

Aos gritos, juíza nega direito parcial ao silêncio e bate na mesa

A magistrada pediu para o advogado "baixar a voz" e encerrou a audiência logo depois.

sexta-feira, 20 de agosto de 2021

Mais um caso polêmico aconteceu durante uma audiência virtual. No RN, após o advogado de um réu informar que ele responderia apenas as perguntas da defesa, a juíza do caso se exaltou, negou o direito ao silêncio parcial, bateu na mesa e encerrou a transmissão.

"Ou ele exerce o direito ao silêncio completamente ou então ele vai responder as perguntas do juízo e do Ministério Público."

Em seguida, o advogado tenta argumentar que a jurisprudência dos Tribunais Superiores admite o silêncio parcial do réu, momento em que a magistrada começa a se exaltar.

Os dois discutem, ela pede para o causídico "baixar a voz" e dá um forte tapa na mesa.

Logo após, pede que derrubem a gravação e encerra a audiência de instrução.

Veja as imagens:

"Nem estou prestando atenção"

No início do mês, Migalhas noticiou um caso semelhante. No DF, acusado disse que não responderia as perguntas do juízo e nem do promotor de justiça. Em seguida, o magistrado respondeu: "Rapaz, eu já te falei, você fala o que você quiser. Está gravando aí, eu não estou nem prestando atenção no que você está falando, estou trabalhando em outro processo aqui."

Reveja:

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 20/8/2021 15:44