sexta-feira, 24 de setembro de 2021

MIGALHAS QUENTES

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. #1 na Amazon: Código de Machado de Assis é o livro mais vendido
Lançamento

#1 na Amazon: Código de Machado de Assis é o livro mais vendido

Além de desvendar mistérios, como o enigma Capitu, o leitor encontra migalhas jurídicas espalhadas na obra do escritor e conhece um inventário dos personagens associados ao Direito.

segunda-feira, 6 de setembro de 2021

Código de Machado de Assis: Migalhas Jurídicas é o primeiro no ranking de livros mais vendidos na gigante Amazon.

Os mistérios do imortal escritor são desvendados neste livro, como a descoberta de mais de 200 personagens do universo jurídico e, finalmente, a solução para o maior enigma: Capitu traiu Bentinho?

O livro é uma produção da editora Migalhas. Apresentada por José Sarney, possui prefácio do ministro Luís Roberto Barroso.

(Imagem: Arte Migalhas)

(Imagem: Arte Migalhas)

Na obra, o autor, Miguel Matos, uniu suas áreas de interesse para produzir um volume único na extensa fortuna crítica do Bruxo do Cosme Velho.

O lançamento de "Código de Machado de Assis" aborda o escritor brasileiro mais estudado a partir de uma perspectiva inédita, destacando a numerosa presença de advogados, desembargadores e bacharéis de Direito, entre outros personagens do meio jurídico.

Matos mostra que a obra de Machado cresce ainda mais se analisada pelo viés jurídico. O célebre enigma sobre a eventual traição de Capitu, em Dom Casmurro, por exemplo, não escapa dessa nova chave de leitura. Para Matos, há uma prova cabal que, até hoje, não foi levada em consideração pelos estudiosos da sua obra.

Editor do diário eletrônico jurídico Migalhas, Miguel Matos diz que o livro é uma convocação para a leitura de Machado. "Ele fala de vocês, ele escreve para vocês", afirma. Escritor do século XIX, ele continua mais atual do que nunca.

Apresentação 

A apresentação do livro é assinada pelo presidente José Sarney, imortal da Academia Brasileira de Letras.

Sarney destaca que Machado foi um fenômeno sem equiparação na história da literatura, e que o autor do Código conseguiu, com maestria, garimpar, examinar, provar e mostrar uma faceta do Machado de Assis conhecedor do Direito, da advocacia, do processo jurídico, do criminoso e do crime.

"O livro é um volume eloquente, com o amplo estudo de passagens e exemplos. É uma leitura que nos faz reler Machado, o que é sempre excelente; mas é também a leitura de um escritor que soube ler e aproveitar as lições do grande escritor." 

Prefácio

Como se não bastasse, Código de Machado de Assis é iluminado também com o brilho do ministro do Supremo Tribunal Federal Luís Roberto Barroso, atual presidente do TSE, que assina o prefácio. O ministro destaca que, em meio às notícias do dia a dia [acrescentamos: cada vez mais preocupantes], "Miguel Matos nos pede uma pausa na pressa, no pragmatismo e nas aflições para um momento lúdico: um pouco de literatura. Da melhor que já se produziu no Brasil. Com padrão mundial."

"O livro revela um Machado de Assis progressista, à frente do seu tempo, como documentam passagens pinçadas e transcritas por Miguel."

Saiba mais

A obra tem um site específico, com mais informações: codigodemachadodeassis.com.br   

Por: Redação do Migalhas

Atualizado em: 6/9/2021 11:41