MIGALHAS QUENTES

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Ministra sobre morte de congolês: "Que sociedade estamos construindo?"
Morte | Jovem congolês

Ministra sobre morte de congolês: "Que sociedade estamos construindo?"

Moïse Mugenyi Kabagambe foi morto porque teria cobrado uma dívida do empregador, em um caso que gerou comoção nacional.

Da Redação

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2022

Atualizado às 15:46

Durante a sessão plenária do STF desta quinta-feira, 3, a ministra Cármen Lúcia se manifestou sobre o assassinato de Moïse Mugenyi Kabagambe, morto na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, no último dia 24 de janeiro. O jovem de 24 anos, refugiado no Brasil, foi amarrado e espancado até a morte porque teria cobrado uma dívida do empregador, em um caso que gerou comoção nacional.

O julgamento em questão era sobre a letalidade policial no Rio de Janeiro. Cármen Lúcia iniciou seu voto dizendo que o episódio é algo que "nos constrange, envergonha e indigna". Em seguida, a ministra fez um questionamento: "que sociedade humana estamos construindo?".

Assista à fala: