MIGALHAS QUENTES

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Migalhas Quentes >
  4. Alexandre de Moraes mantém prisão preventiva de Roberto Jefferson
Preventiva

Alexandre de Moraes mantém prisão preventiva de Roberto Jefferson

Ministro ressaltou que todas as questões relativas ao quadro clínico de saúde do ex-deputado estão sendo devidamente analisadas.

Da Redação

segunda-feira, 2 de outubro de 2023

Atualizado em 3 de outubro de 2023 08:15

O ministro Alexandre de Moraes, do STF, manteve prisão preventiva de Roberto Jefferson. S. Exa. ressaltou que todas as questões relativas ao quadro clínico de saúde do ex-deputado estão sendo devidamente analisadas.

Em junho, Moraes autorizou a transferência de Roberto Jefferson para um hospital particular no Rio de Janeiro para tratamento de saúde. Ele teria tido um possível traumatismo craniano devido a uma queda em sua cela.

A prisão do ex-deputado foi determinada em outubro do ano passado, quando ele atirou em policiais Federais que compareceram em sua casa para cumprir mando de prisão.

 (Imagem: Italo Nogueira/Folhapress)

Moraes mantém prisão preventiva de Roberto Jefferson.(Imagem: Italo Nogueira/Folhapress)

Relembre

Em outubro de 2022, circulou nas redes sociais um vídeo no qual o advogado Roberto Jefferson aparece inconformado com o voto da ministra que puniu a Jovem Pan por declarações ofensivas e distorcidas sobre Lula.

"Fui rever o voto da Bruxa de Blair, da Cármen Lúcifer, na censura prévia à Jovem Pan, olhei de novo, e não dá para acreditar", diz Jefferson.

O chocante conteúdo, entre outras barbaridades, faz comparações inimagináveis e critica a ministra. 

Tal situação fez com que: (i) mais de 700 advogadas fizessem um manifesto de solidariedade, (ii) associações e institutos se manifestassem, (iii) a OAB nacional solicitasse que a OAB/RJ abra um processo ético contra ele, uma vez que Jefferson se encontra com situação "regular" nos quadros da Ordem, (iv) a senadora Simone Tebet repudiasse as falas, entre outras manifestações.  

Leia a decisão.

Patrocínio

Patrocínio Migalhas