sábado, 19 de setembro de 2020

ISSN 1983-392X

Everilda Brandão

Migalheira desde novembro/2005.

Advogada. Mestre e doutora em Direito Civil pela UFPE. Professora de pós-graduação lato sensu da UFPE. Membro do Grupo de Pesquisa Constitucionalização das Relações Privadas - CONREP. Autora de livros.

Colunas - Migalhas Contratuais

Acesso e compartilhamento: A nova base econômica e jurídica dos contratos e da propriedade

Texto de autoria de Everilda Brandão Guilhermino Na década de 70 um jovem de 17 anos ansiava pela maioridade para ganhar um carro e assim poder exercer sua liberdade dirigindo para qualquer lugar. O patrimônio exclusivo era o seu reconhecimento social de autonomia, status e poder. Em 2019, o jovem de 17 anos, filho do anterior, impacta o seu pai quando em um jantar de família afirma "eu não terei carro, vou de UBER". Mas o que aconteceu entre uma geração e outra para fazer esvair a ideia de patrimônio exclusivo e de acumulação de bens como desejo primordial de uma pessoa? A resposta está... Leia

23/9/2019
Migalhas Amanhecidas

MIGALHAS nº 4.693

... análise. (Clique aqui) Migalhas Contratuais A professora Everilda Brandão Guilhermino mostra que a era do acesso e do compartilhamento já impacta a economia e a propriedade privada; e como a legislação civil ainda não acompanhou as mudanças, o contrato será o instrumento que dará segurança jurídica às relações oriundas desse novo modo de viver. (Clique aqui) Locação Vitória Valente Dal Bem, advogada do escritório Ramos & Brito Advogados Associados, trata da possibilidade de locação de imóvel em condomínio edilício, por meio da plataforma virtual do AirBnB, questão esta que vem ganhando espaço... Leia

23/9/2019
Migalhas Amanhecidas

MIGALHAS nº 4.673

Segunda-feira, 26 de agosto de 2019 - Migalhas nº 4.673.Fechamento às 11h11.   Registro Migalhas anuncia que, a partir de hoje, conta com mais um Fomentador: MeuCurso Clique aqui "A barba é o emblema das virtudes viris, como sejam a independência e energia." José de Alencar Barba e bigode O plenário do TRT da 12ª região julgou constitucional regra que restringe uso de barba e bigode volumosos por guardas municipais de Florianópolis. Por maioria, o colegiado entendeu que a restrição não atenta contra os princípios da dignidade da pessoa humana e da valorização social... Leia

26/8/2019

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

WhatsApp Telegram