sábado, 28 de maio de 2022

COLUNAS

  1. Home >
  2. Colunas

Investimentos Financeiros

Roteiro de como investir seu dinheiro.

O mês de março começou com o pânico mundial por conta da disseminação do novo coronavírus e colocou países em estado de alerta. As bolsas de valores operaram em queda e o circuit breaker foi acionado. Esse mecanismo é ativado quando o índice Ibovespa registra queda de 10%. Durante o período de 30 minutos, não há possibilidade de fechamento de negócios com ativos, títulos de renda fixa privada e derivativos - ninguém compra e ninguém vende. O BTG Pactual digital ajuda você em momentos como esse. Atendimento humanizado, 24 horas por dia e 7 dias por semana. Abra sua conta. O circuit breaker foi estabelecido em 1997 e é utilizado pela B3 para amortecer e rebalancear as ordens de compra e venda dos ativos. Nada mais é do que uma proteção contra a volatilidade excessiva. Existem algumas regras que devem ser respeitadas antes de acionar um circuit breaker. São elas: Queda de 10% do Ibovespa Ao ser acionado neste momento, todas as negociações da Bolsa de Valores são interrompidas por 30 minutos. Queda de 15% do Ibovespa Após 30 minutos de paralização do primeiro circuit breaker do dia, a B3 volta a permitir negociações, esperando que o mercado volte ao normal. Se houver uma queda e o índice Ibovespa computar um percentual de 15% de desvalorização, um novo circuit breaker ocorrerá. Nesta parada, as negociações ficam interrompidas por mais 1 hora. Queda de 20% do Ibovespa: Por último, após a 1 hora da segunda parada, a Bolsa de Valores reabre as negociações. Se, mesmo assim, o Ibovespa continuar em queda e chegar a 20%, a B3 suspende as atividades e fica responsável por definir um novo prazo para reabertura do mercado. A entrada de mais de 700 mil investidores em 2019 significa que uma grande parcela dos CPFs cadastrados na bolsa está experimentando sua primeira grande queda. O pânico de experimentar os primeiros circuit breakers pode ser extremamente doloroso em termos psicológicos e provocar decisões equivocadas, como a venda de ativos importantes da carteira de investimentos. Como já mencionamos anteriormente, uma boa opção para esse momento é investir em Ouro. Nos últimos 30 dias, o metal precioso valorizou cerca de 11%. É importante lembrar dos fundamentos que fizeram você começar a investir. E se você quiser adicionar proteção na sua carteira, o BTG Pactual digital oferece excelentes opções para investir em ouro através de fundos de investimento. __________ Oferecimento BTG Pactual digital
Começou na segunda-feira, 3/2, a nova estratégia do BTG Pactual digital de zerar a corretagem para clientes que operarem minicontratos e que tenham Retail Liquity Provider (RLP) ativo. Os minicontratos são negociados na bolsa de valores e são um acordo de compra e venda de produtos. Eles representam uma fração do contrato futuro de dólar, onde é possível comprar um lote a partir de 10 mil reais. Por exigir um conhecimento maior de investimentos, é necessário estudar antes de começar a aplicar em minicontratos e é indicado para investidores de perfil arrojado. O RLP nada mais é do que nada mais é do que um serviço criado para proporcionar ao cliente uma série de benefícios nas operações de mini-índice e minidólar. Ele oferece maior liquidez nas operações de minicontratos e garante que o preço sempre será melhor ou igual ao book de ofertas. Abra sua conta no BTG Pactual digital e invista com o maior banco de investimentos do país. A novidade vem acompanhada de mais um benefício para quem operar mais de 500 minicontratos por mês: quem cumprir o requisito mínimo de operações em minicontratos receberá o acesso gratuito ao Profit One, da Nelogica. Os investidores que escolherem o BTG Pactual digital como parceira em suas operações terão o apoio do maior banco de investimentos da América Latina. Além disso, o BTG Pactual digital está entre os cinco melhores atendimentos ao cliente da indústria financeira, de acordo com pesquisa realizada com usuários de uma grande plataforma de busca de investimentos do Brasil. Para Jerson Zanlorenzi, chefe da mesa de ações do BTG Pactual digital, os clientes agora contam com a excelência do serviço do BTG de forma acessível. Abra sua conta e comece a operar minicontratos com a segurança do BTG Pactual digital. __________ Oferecimento BTG Pactual digital
Se você acompanha notícias em portais financeiros, já deve ter percebido que os investimentos estão em destaque nos noticiários. Cada vez mais cresce o interesse dos brasileiros em finanças e investimentos. Segundo os dados da B3, uma das empresas de infraestrutura do mercado financeiro do mundo, o número de CPFs cadastrados na bolsa de valores já passou de 1 milhão e 300 mil pessoas em 2019. Quer participar dessa alta da Bolsa de Valores? Abra sua conta e comece com o maior banco de investimentos da América Latina. Apesar do cenário animador, muitas pessoas continuam deixando dinheiro apenas na poupança. Uma das principais objeções para investir é baseada em conversas entre familiares que não compreendem o mercado financeiro e acabam criando ideias negativas sobre os outros tipos de investimento. Dizem que você deve pagar taxas muito altas, que é muito arriscado ou que não há nenhuma garantia sobre nada do que acontece com seu dinheiro ao investir. O Tesouro Direto, por exemplo, é um dos investimentos mais seguros disponíveis para qualquer cidadão brasileiro. Basicamente, investir no Tesouro Direto é emprestar dinheiro para o governo - a instituição menos provável de dar calote. A rentabilidade é 100% da Taxa SELIC e você pode sacar o dinheiro a qualquer momento. No BTG Pactual digital, é possível retirar o dinheiro se o pedido for solicitado até às 15h30. Outra oportunidade para o investidor que está começando e está em busca de mais segurança é o Certificado de Depósito Bancário (CDB). Diferente do Tesouro Direto, ao comprar um título de CDB você empresta dinheiro para uma instituição financeira e recebe, num prazo determinado, o valor corrigido no futuro. Este tipo de investimento é protegido pelo FGC (Fundo Garantidor de Crédito) que protege investimentos de até 250 mil reais. Estas são apenas dois produtos que perfis conservadores podem aproveitar para investir com mais rentabilidade do que a poupança. Quer saber outras opções na Renda Fixa? Clique aqui e saiba mais. Uma das melhores formas para você controlar os riscos é diversificar em mais de um produto de investimento - dividindo o seu patrimônio entre produtos diferentes, diminuindo consideravelmente o seu risco. Se você quer começar sua jornada, conte com o BTG Pactual digital. Abra sua conta gratuitamente.
O Certificado de Operações Estruturadas (COE) é algo relativamente novo no mercado. Desde 2014, investidores comuns podem adquirir um produto que contém renda fixa e renda variável. O COE possui características muito específicas. Ele une a segurança da renda fixa com o potencial de ganhos da renda variável e é muito comum nos Estados Unidos e Europa - com o nome de Notas Estruturadas. Uma das melhores qualidades de investir em um COE é que o investimento pode ser parcial ou totalmente protegido contra perdas nominais do valor investido. Quer investir com a segurança da Renda Fixa e ter a possibilidade de ganhos da renda variável com a expertise do maior banco de investimentos da América Latina? Abra sua conta no BTG Pactual digital, é gratuita. Basicamente, você investe grande parte em produtos da renda fixa como CDB, LCI e LCA. Estes são os títulos que irão garantir a segurança do seu capital. A grande jogada do COE é que há uma pequena alocação na renda variável. Isto é: uma fração do seu dinheiro é investida em ativos como ações da bolsa de valores, moedas como dólar e euro, ouro e outras commodities. Dessa forma, o investidor que escolhe o COE tem a oportunidade de ter ganhos acima da média com diversos ativos. O gestor do COE pode, por exemplo, escolher uma ação Small Cap (ou seja, uma empresa com alto potencial de valorização) que alcance resultados exponenciais. Se você tem interesse em investir em COE, saiba que existem duas modalidades. Você pode investir com o Valor Nominal Protegido, tendo a garantia de receber pelo menos 100% do que foi investido. Ou você pode escolher por Valor Nominal em Risco, onde é possível ter risco de perder todo o capital investido - entretanto, nesse tipo de investimento, o investidor não corre o risco de perder mais do que tem e adquirir dívidas. Por conta dessas duas modalidades, sempre consulte seu assessor de investimentos antes de realizar uma Operação Estruturada. Por fim, conheça as principais vantagens de investir em COEs. 1. Simplifica a forma de investir em câmbio e mercado estrangeiro. 2. De acordo com o seu perfil de investidor, é possível obter diferentes níveis de risco. 3. Tributação única pela tabela regressiva de Imposto de Renda. De acordo com o prazo do seu investimento, menor será a alíquota de IR deduzida. Se você se manter no investimento até o final, você receberá o valor líquido descontado de imposto de renda. O BTG Pactual digital conta com uma gama de produtos de investimento focados na rentabilidade. Entre eles, há uma seção específica para COEs com estrategistas renomados do mercado. Abra sua conta ainda hoje e comece a investir com segurança do maior banco de investimentos da América Latina.
A inflação de 2019 foi divulgada no início de janeiro pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), fechando o ano em 4,31%. Esse resultado foi maior que o esperado pelo Banco Central, que havia como meta o valor de 4,25%. Segundo o IBGE, a alta foi puxada sobretudo pelas carnes, cujos preços dispararam no mercado interno devido ao aumento das exportações para a China e a desvalorização do real. Somente em dezembro, o preço da carne subiu 18,06%. Além do comércio, o índice da inflação é muito importante para o setor de investimentos e deve receber atenção dos investidores - principalmente aos que possuem dinheiro alocado na renda fixa, como a poupança, o Tesouro Direto, entre outros. Apesar da inflação ser bastante noticiada nos jornais utilizando os exemplos de alimentos, bebidas e outros serviços, a realidade é que no mundo de investimentos, nem sempre é fácil ter acesso à essas informações. Dessa forma, nem todo mundo que investe se dá conta de quanto a inflação compromete o retorno dos seus investimentos e que a falta de atenção pode ter efeitos catastróficos no planejamento financeiro, principalmente quando são pensados para o longo prazo. O fato é que com a taxa de juros na mínima histórica no Brasil, as pessoas que mantiverem o dinheiro na poupança não terão rendimentos expressivos - uma vez que haverá uma redução no poder de compra justamente por conta da inflação. Com a taxa Selic em 4,50% ao ano, a rentabilidade da poupança atual é de 3,15% ao ano. À título de ilustração, a pessoa que colocou na poupança o montante de R$1.000,00 no início do ano resgatou o total de R$1.031,50, com a rentabilidade atual da poupança. Em um cenário como o atual, o que é possível fazer? Uma das melhores saídas para o investidor que deseja ter uma rentabilidade acima da inflação é o Tesouro Direto, um dos produtos mais seguros disponíveis no mercado que serve como reserva de emergência, pela alta liquidez - ou seja, é possível retirar os valores da conta em pouco tempo para utilizar. O BTG Pactual digital conta com excelentes opções de investimento no Tesouro Direto com taxa zero de verdade para você que deseja melhores rendimentos que a grande maioria pode propor. Saiba mais.
Finda o ano de 2019, e como estão as metas estabelecidas em janeiro, ou até mesmo em dezembro de 2018? Elas foram cumpridas? Provavelmente não. Segundo diversas pesquisas científicas, a grande maioria das resoluções de Ano Novo falham: este não é um fenômeno particular. A rede social de atletas Strava analisou 31 milhões de atividades realizadas em janeiro de 2017 e descobriu a data para o fim do cumprimento das resoluções de Ano Novo: 12 de janeiro. Além disso, um estudo da Universidade de Scranton descobriu que apenas 8% das pessoas que estabelecem metas anuais as cumprem. Para driblar as estatísticas e cuidar bem de seu patrimônio daqui em diante, veja as dicas abaixo: 1. Separe o joio do trigo: o que realmente é importante para você? É fácil se perder nas expectativas alheias e nas convenções sociais. Mas, se o objetivo não for realmente significativo para quem terá de lutar para atingi-lo, dificilmente isso será cumprido. Sob outra perspectiva, sem esse autoconhecimento, esforços podem ser despendidos em um caminho indesejado. Ademais, resoluções genéricas como "guardar dinheiro" não funcionam. Não é possível mensurá-las, e se não há um uso específico para aquele montante, não há uma motivação forte o suficiente para juntá-lo. Faça o exercício de listar todos os seus sonhos para sua vida. Essa é a bússola cujo objetivo é guiar suas escolhas e nortear suas aplicações. 2. Transforme o sonho em meta financeira Quais desses sonhos são mais importantes? Escolha os três mais valiosos e os transforme em metas para 2020. Para isso, é preciso identificar: qual quantia de dinheiro é necessária para se cumprir essa resolução? Quando ela será realizada? É importante existir, para cada uma, não apenas o valor, como também um prazo para o acontecimento e um motivo pelo qual realizá-lo. Essa razão deve ser significativa para você, não para os outros. Vamos supor que um deles seja ver a aurora boreal na Noruega. Quanto isso vai custar e quando você poderia ou gostaria de ir? Por quê? 3. Estipule marcos menores para um grande percurso Uma vez definidas as metas anuais, é preciso quebrá-las em metas menores, específicas, mensuráveis, atingíveis e a serem cumpridas com prazos determinados. No caso do sonho de ver a aurora boreal, considere: quando serão compradas as passagens? Quando serão reservadas as estadias? E os passeios? Quanto cada um deles vai custar? Assim é possível se programar para cada compra com metas distintas. Além disso, é aconselhável quebrar esses marcos em valores mensais a serem aplicados. O simulador do BTG Pactual indica qual é o melhor investimento para você. Acesse e faça uma simulação. 4. Analise seus hábitos: o que precisa mudar? Os hábitos praticamente regem a vida humana. São mecanismos do cérebro para tornar processos ágeis, indolores e automáticos, gastando o mínimo de energia possível. Ou seja, você os quer a seu favor para chegar aonde precisa. Se você tem o costume de esperar o fim do mês para ver quanto sobrou do salário, para então investir esse montante, provavelmente esse é um hábito que precisa mudar. Pensando no exemplo da Noruega, uma vez estabelecido um valor mensal a ser investido, é preciso garantir que ele será aplicado o quanto antes. Para este fim, programe seus investimentos nos sites do banco e da corretora. Assim não se depende do esforço de fazer manualmente essas transferências todos os meses. 5. Trace um plano de contingência Humanos falham, essa é a realidade. Mas é possível se antecipar e se programar para isso. Quais são os obstáculos que podem te afastar de ver a aurora boreal, por exemplo? Seria o mês de férias ou algum evento familiar anual? São gastos inesperados, como conserto do carro, ou alguma urgência de saúde? Para isso serve a reserva de emergência -- seis meses do seu custo de vida, em uma aplicação de liquidez diária (algo fácil de se resgatar quando preciso). Pense nos acontecimentos que normalmente te fazem ter gastos extras e se planeje para contornar esses percalços. O ideal é já traçar esse plano de ação: "quando tal coisa acontecer, farei isto". 6. Cheque periodicamente o andamento das metas Marque na agenda, crie eventos no calendário online, não importa onde. É crucial ter o compromisso periódico de analisar as conquistas e refazer os trajetos que não estão dando certo. Pronto para começar a investir? Abra uma conta no BTG Pactual digital e comece a construir seus sonhos.
Este é um momento marcante para os Fundos de Investimento Imobiliário (FIIs), que bateram recorde de captação em 2019. Alguns fatores contribuíram para isso: a Taxa Selic em seu menor patamar histórico, a consequente expansão do crédito, a retomada de crescimento econômico - com expectativa de aumento de emprego e renda -, e o início de um novo ciclo de alta no mercado imobiliário. Isso resultou no maior volume de emissões de títulos na história, com R$ 32,5 bilhões arrecadados até novembro, de acordo com a Associação Brasileira de Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima). Segundo a organização, o número de cotistas no país saltou de 400 mil para mais de 1 milhão em pouco mais de um ano. Na prática, esses investidores estão aplicando seu patrimônio em fundos de investimento focados em imóveis, que podem ter duas modalidades: tijolo ou papel. Estes investem majoritariamente em recebíveis imobiliários, que são ativos de renda fixa, mesmo tendo um componente de Renda Variável. Ou seja, é uma aplicação em investimentos voltados para o mercado imobiliário. Já os fundos de tijolo representam imóveis físicos. O investimento tem o objetivo de comprar ou construir um edifício para ser alugado e gerar renda mensal. Isso pode ser feito com lojas, shoppings, escritórios ou até agências bancárias, por exemplo. Confira a carteira recomendada de Fundos Imobiliários do BTG Pactual digital. O lucro obtido com esses recebimentos (descontadas as taxas de administração) é distribuído aos cotistas mensalmente em forma de dividendos. E a melhor parte é que os aluguéis não sofrem cobrança de Imposto de Renda. Só se paga tributos sobre a valorização de um fundo, que é mais uma maneira de lucrar com esse tipo de aplicação. Além dessas vantagens, os FIIs investem em vários tipos de imóveis e os alugam para diferentes inquilinos. Então, em caso de inadimplência ou vacância, os prejuízos são diluídos entre os cotistas. É o caso também dos fundos de fundos: investe-se em uma carteira com vários fundos para minimizar os riscos. O fator liquidez também entra na conta ao compararmos a compra de um imóvel (para gerar de renda) à de um ativo de fundo imobiliário. Vender uma propriedade pode demorar anos para acontecer, enquanto as cotas são muito mais fáceis de se negociar. Isso também acontece pela possibilidade de aplicar valores baixos, a partir de R$ 100. É importante se atentar ao fato de que os FIIs são uma modalidade de investimento de Renda Variável, mesmo no caso dos fundos de papel, atrelados à Renda Fixa. Portanto, as cotas tendem a se valorizar, mas elas também podem cair de preço. Ao optar pelos fundos imobiliários, o investidor precisa ter um perfil que tolere perdas e riscos. Uma vez decidido por esse caminho, basta abrir uma conta em uma corretora ou banco de investimentos. As cotas são negociadas pela Bolsa de Valores, como uma ação, e elas podem ser compradas pelo computador ou celular. No BTG Pactual digital  a abertura de conta é gratuita e 100% online, além de contar com taxa zero de corretagem para aplicações em fundos imobiliários. Abra sua conta e comece a investir em Fundos Imobiliários. __________ Oferecimento BTG Pactual digital
terça-feira, 10 de dezembro de 2019

Qual a melhor previdência privada para investir?

A renda na aposentadoria tem sido uma das preocupações dos brasileiros. As discussões acerca da reforma da previdência têm acendido um alerta para quem se preocupa com o futuro. Afinal, como complementar a renda quando estivermos aposentados? Nessa discussão, a Previdência Privada surge como alternativa para quem não quer depender do governo Federal. Acontece que, com as diversas ofertas no mercado, escolher o melhor plano de previdência pode ser desafiador. Para encontrar aquele que melhor se enquadra aos seus objetivos e perfil é preciso levar alguns pontos em consideração. Falo sobre isso neste artigo. Confira! Modalidades de Previdência Privada Escolher a melhor Previdência Privada significa, primeiramente, entender as duas modalidades mais comuns existentes no mercado: o PGBL e o VGBL. Saiba mais sobre elas a seguir: PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre) Nesta modalidade, ao realizar a declaração do Imposto de Renda, toda a contribuição feita ao longo do ano pode ser abatida em até 12% do cálculo da renda bruta tributável anual. Por outro lado, quando o resgate for feito, a tributação incidirá sobre todo o montante aplicado e não apenas sobre a rentabilidade. VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre) Nesta modalidade, diferente do PGBL, a tributação incide somente sobre a rentabilidade do seu plano. Mas, como saber qual destes planos vale mais a pena para você? A questão é que cada uma das modalidades de Previdência Privada possui características específicas. Portanto, para escolher o melhor plano é preciso observar alguns outros itens, sobre os quais abordarei a seguir. Saiba o quanto seu dinheiro pode render com a Previdência Privada. Acesse o simulador gratuito. Declaração de Imposto de Renda O benefício tributário do PGBL garante que, todos os anos, ao fazer a declaração, a pessoa tenha um abatimento do imposto a ser pago. Todavia, para usufruir deste benefício, a entrega da declaração do Imposto de Renda deve ser completa. Isso significa que a modalidade PGBL não pode ser usufruída por aqueles que entregam a declaração simplificada. Para esses casos, a opção deve ser o VGBL, também indicado para as pessoas isentas de IR. Como escolher a melhor Previdência Privada? A escolha é bem pessoal e deve ser pautada de acordo com suas necessidades. Como mostrei, a forma que você faz a declaração definirá a modalidade de Previdência Privada (PGBL ou VGBL). Além disso, avalie o regime de tributação e selecione fundos que possuem custos e rentabilidade alinhados aos seus objetivos futuros. Por fim, não esqueça de analisar se o fundo é compatível com seu perfil de risco. Como escolher a melhor Previdência Privada? A escolha é bem pessoal e deve ser pautada de acordo com suas necessidades. A forma que você faz a declaração definirá a modalidade de Previdência Privada (PGBL ou VGBL). Além disso, avalie o regime de tributação e selecione fundos que possuem custos e rentabilidade alinhados aos seus objetivos futuros. Por fim, não esqueça de analisar se o fundo é compatível com seu perfil de risco. Invista em Previdência Privada com segurança, invista com o BTG Pactual digital. __________ Oferecimento BTG Pactual digital
Em meio a tantas notícias sobre a difícil situação das contas públicas do Brasil e com a Previdência recém-reformada, falar sobre a necessidade de uma poupança própria para o futuro parece redundância. Contudo, vale pensar efetivamente como conquistar a tão sonhada tranquilidade financeira na aposentadoria. 1. Busque formas de investimento a longo prazo Para a grande maioria da população a Previdência Social é a forma mais comum de planejar a velhice. No entanto, esta solução não deve ser a única, ou sequer a principal fonte de renda de um aposentado. Além de o valor não ser suficiente para cobrir um custo de vida confortável, não há nenhuma garantia de que ele será pago pelo resto da sua vida, dado que está intimamente ligado à situação financeira do país. Portanto, para não depender do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), é fundamental buscar outras formas de investimento para o longo prazo. 2. Entenda como funciona a Previdência Privada São dois tipos de planos, o VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre), indicado para quem é isento ou faz a declaração simplifica do Imposto de Renda, e o PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre), ideal para quem preenche o formulário completo do IR. O PGBL oferece um benefício fiscal aos investidores, na medida em que permite uma dedução de até 12% da renda bruta anual na base de cálculo do IR, dependendo do valor do aporte. Imagine que você tenha uma renda mensal de R$ 10.000 - ou uma renda anual de R$ 130.000, considerando o décimo terceiro salário. Neste caso, você poderia abater até R$ 15.600 da base de cálculo do IR na hora do acerto de contas com o Leão. Sendo assim, esta base passaria de R$ 130.000 para R$ 114.400, gerando uma vantagem tributária importante para o investidor já na próxima declaração do imposto - portanto, quem aderir ainda em 2019 a um PGBL, poderá usufruir do benefício já no ano que vem. Invista em Previdência Privada com o BTG Pactual digital. Abra sua conta! 3. Tenha um objetivo claro em mente Pensar na aposentadoria como algo abstrato e muito distante pode ser um grande obstáculo para se chegar a um valor suficiente para seus objetivos de vida. Por isso, é essencial tratar o assunto com a devida importância, evitando situações incômodas que normalmente aparecem para quem deixa para a última hora. 4. Mantenha regularidade dos aportes A rotina é o segredo para quem quer se aposentar com tranquilidade. Portanto, procure sempre manter a regularidade de suas aplicações mês a mês. Faça uma simulação Para conhecer as opções de aplicações e os planos de previdência privada para o seu perfil, convido você a utilizar o simulador do BTG Pactual digital. Nele, você define o principal objetivo a ser alcançado com o investimento e responde a perguntas simples, que lhe ajudarão a descobrir qual o melhor plano para suas necessidades e metas financeiras. Clique aqui e descubra a opção de plano de previdência privada mais indicada para o seu perfil. __________ Oferecimento BTG Pactual digital
quinta-feira, 14 de novembro de 2019

Taxa Selic em queda: onde investir?

O primeiro impacto que o investidor sente com a Selic em queda é a redução da rentabilidade de suas aplicações em renda fixa. Como a Selic é a taxa básica da economia e o CDI é seu espelho, todas as aplicações que possuem remuneração atrelada a um dos dois indicadores são impactadas imediatamente. Muitos investidores ficam extremamente ansiosos com os movimentos da Selic. Mas, não há motivos para pânico. É importante ter em mente que a queda da Selic é bom para a economia, para as empresas e para a geração de empregos. Nesse contexto é possível buscar investimentos mais rentáveis, mas é preciso agir com calma e considerar outros pontos além da rentabilidade. A importância do planejamento financeiro pessoal Investir é um meio pelo qual objetivos da vida real podem ser alcançados. Por mais que isso seja óbvio, muitos investidores se perdem na excessiva quantidade de informações produzidas pelo mercado financeiro, cenários econômicos, taxas, gráficos, relatórios e ficam aprisionados em um looping mental infinito. Manter-se informado sobre tudo isso é ótimo! Porém, isso pode ser desnecessário se o investidor esquecer daquilo que deve estar no centro de sua tomada de decisão: os seus sonhos. Um investimento será bom ou ruim de acordo com a sua possibilidade de atender necessidades reais na vida de um investidor, tais como: estar preparado para emergências, como uma eventual perda de emprego, mudança na carreira, trocar de carro, comprar uma casa, pagar a educação dos filhos, fazer cursos no exterior, passar um ano velejando pelo mundo, abrir uma empresa ou alcançar a sua independência financeira. Todos esses sonhos possuem prazos de maturação, assim como os investimentos. Que tal fazer uma simulação de quanto seu dinheiro pode render com o BTG Pactual digital? Clique aqui e acesse o Simulador de Investimentos BTG. Selic em queda: quais investimentos rendem mais? Ações e Fundos de Ações Em momentos de Selic em queda, o consumo das famílias acelera e o custo de captação para as empresas diminui. Isso significa um aumento das expectativas de lucros das empresas. Logo, queda de Selic beneficia o mercado de ações. Renda fixa prefixada (Tesouro prefixado, Tesouro IPCA+, CDB, LCI, LCA, LC, etc.) Em momentos de Selic em queda, travar um investimento em renda fixa prefixada evita que ele perca rentabilidade. Porém, deve se tomar um cuidado: existe um risco em prefixar taxas quando a Selic está muito baixa, pois caso o movimento se modifique e a Selic volte a subir, você permanecerá prefixado numa taxa baixa. O melhor momento de prefixar é antes - ou no início - do movimento de queda de Selic. Fundos multimercados Os fundos multimercados proporcionam mais liberdade aos gestores, que podem buscar alternativas mais rentáveis navegando entre a renda fixa e a renda variável, conforme as oportunidade de mercado se apresentem. Ficou interessado? O BTG Pactual digital possui uma plataforma completa, com diferentes opções para você investir. Abra sua conta! __________ Oferecimento BTG Pactual digital
A B3, Bolsa de Valores de São Paulo, mudou o horário de negociação a partir da última segunda, dia 4/11. Com alteração, os investidores ganharam mais uma hora para negociar ativos. O período que antes era de 10 às 17h, passou a ser de 10 às 18h. Isso aconteceu devido ao término do horário de verão dos Estados Unidos. O pregão, como é chamado o horário de negociação de ativos na Bolsa, não tem previsão de voltar ao chamado "horário regular" (até às 17h). Enquanto as negociações seguirem no horário estendido (até às 18h), não haverá "after Market" (negociações que ocorrem após o encerramento da sessão oficial). A divulgação da alteração foi feita pela própria B3 através do Ofício Circular nº 070/2019-PRE, que pode ser encontrado na íntegra no site da instituição. Pensando em começar a investir na Bolsa? Abra sua conta no BTG Pactual digital e descubra as oportunidades disponíveis para você. O início da trajetória de investimentos na Bolsa Não se pode negar que investir na Bolsa de Valores não é tão simples quanto investir em renda fixa. Por isso, é preciso tempo e cautela, estudo e dedicação. Ao contrário do que muitos pensam, a aplicação financeira não é roleta, nem jogo de azar. Fazer negociações na Bolsa é uma tarefa que exige prática. E nem sempre os melhores caminhos são óbvios. Entre os erros mais comuns dos iniciantes, está a pressa de enriquecer, o que leva alguns investidores não tão experientes a aplicar altas quantias logo de cara. E se os primeiros resultados são positivos, surge outra ameaça: o excesso de confiança. Contudo, com a orientação correta, é possível obter grandes resultados. Para quem não sente segurança para investir na Bolsa, o ideal é buscar apoio profissional na instituição em que realiza os investimentos. Como começar a investir na Bolsa Para começar a investir na bolsa de valores, basta abrir uma conta em Banco de Investimentos ou corretora de valores, transferir o dinheiro e iniciar as negociações. Elas ocorrem por telefone ou diretamente pelo Home Broker, uma plataforma online que permite o investimento direto do seu computador ou celular, através de um aplicativo. Com essa ferramenta, é possível verificar informações pontuais como cotações das ações, ordens de compra e venda e até gráficos de como as cotações das ações estão variando de acordo com o tempo. Tudo acessível na tela do computador ou celular. Começar a investir na Bolsa de Valores é como aprender a dirigir, pode parecer complexo no começo, mas com a prática e a informação necessária se torna uma tarefa quase automática. Quer começar a investir na Bolsa? Baixe o aplicativo e abra sua conta no BTG Pactual digital. __________ Oferecimento BTG Pactual digital
Fim de ano costuma ser um período de dedicação e celebração. Para muitos, é o momento de dar aquele último gás para atingir as metas e os objetivos. Para outros, é hora de desacelerar, comemorar os resultados atingidos e planejar os próximos passos. Se essa é a tendência para questões pessoais e profissionais, não poderia ser muito diferente quando o assunto é investimento. Vamos pegar o exemplo de um investidor que tenha em sua carteira fundos de renda fixa e multimercado, uma LCI (Letra de Crédito Imobiliário) próxima da data de vencimento e um plano de previdência privada Depois de um ano de alta volatilidade, é esperado que essa pessoa faça o rebalanceamento na alocação de seus fundos. Caso esteja otimista para o cenário futuro, tende a colocar mais peso em uma estratégia arrojada, do contrário, pode buscar proteção em opções conservadoras. Quanto à LCI, é possível avaliar se o produto atingiu a expectativa de rentabilidade. Chegada a data de vencimento desse título, o saldo disponível poderá ser reinvestido no mesmo produto ou em outra opção. No caso do plano de previdência privada, os últimos meses do ano reservam grandes oportunidades. Não é por acaso que nessa época as matérias, bem como anúncios em sites, jornais e revistas sobre a previdência privada se multiplicam. Uma das principais vantagens dessa modalidade de investimento é a possibilidade de deduzir parte do valor investido da base de cálculo do IR (Imposto de Renda), também conhecida como renda bruta anual tributável. Isso significa postergar o pagamento do imposto e ter um valor menor a pagar após a declaração anual de IR. Para se valer dessa vantagem é necessário cumprir alguns critérios. Acesse o simulador de previdência do BTG Pactual digital e veja se investir em previdência é para você. Como aproveitar o incentivo fiscal da previdência Para aproveitar o incentivo fiscal oferecido na previdência privada, o investidor precisa estar enquadrado na modalidade completa de declaração de imposto de renda. Em linhas gerais, o modelo completo tende a ser escolhido por quem tem gastos dedutíveis como, por exemplo, educação e saúde privada, possui dependentes, entre outros. O segundo critério é realizar as contribuições ou aportes em um plano do tipo PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre). O terceiro e último critério é contribuir para o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) ou para um dos regimes próprios de previdência social dos servidores (União, Estados, Distrito Federal ou Municípios). É importante lembrar que o total direcionado para o PGBL não deve exceder o percentual máximo de incentivo fiscal, que é de 12% da renda bruta tributável. Aqueles que fazem a declaração simplificada têm à disposição o VGBL (Vida Gerador de benefício livre). Mesmo sem poder contar com benefício fiscal, o investidor terá outras vantagens, também presentes no PGBL, como isenção do imposto come-cotas, transferência entre fundos de previdência sem a cobrança de IR e tabela de tributação diferenciada. Seja por meio do PGBL ou do VGBL, investir em previdência privada é uma das melhores maneiras de se poupar para o longo prazo. Caso já tenha um plano de previdência privada, esse é o momento de celebrar o saldo acumulado e rendimentos obtidos durante o ano. Um último esforço seria avaliar a necessidade de se fazer ajustes na estratégia de investimento ou, para quem tem o PGBL, buscar aproveitar o benefício fiscal ao máximo com contribuições adicionais. Se você ainda não abriu seu plano de previdência privada, ainda dá tempo de começar antes da virada! Aproveite para dar o primeiro passo da direção de um futuro mais tranquilo. Abra sua conta no BTG Pactual digital e faça sua previdência com a segurança de um banco de investimentos de 36 anos de história. __________ Oferecimento BTG Pactual digital
segunda-feira, 28 de outubro de 2019

Queda na taxa de juros do país: como investir?

A queda na Selic, taxa básica de juros brasileira, tem sido protagonista nos noticiários e ganhou destaque nas conversas sobre investimentos. Com a renda fixa alcançando patamares muito baixos de rendimento, muitos investidores têm buscado a renda variável como alternativa de investimento para obter melhores retornos. Enquanto a taxa de juros engatou em uma sequência de quedas, a Bolsa de Valores vem batendo novos recordes. No dia 22 de outubro de 2019, o Ibovespa, principal indicador de desempenho da Bolsa brasileira, alcançou a marca de 107.381 pontos, um dia depois de seu último recorde de 106.222 pontos. Resultados muito animadores para o mercado. Conheça as vantagens de investir em renda variável com o BTG Pactual digital. Como investir em um cenário de queda de juros? Para investidores que buscam potencializar seus ganhos, a queda da Selic favorece o mercado de ações. Aos que não conhecem muito bem o funcionamento da Bolsa de Valores, aplicar em fundos de ações pode ser também uma boa alternativa. Quando o assunto é investimento em Bolsa, há também os ETFs, fundos de índice indicados para quem procura por facilidades e diversificação ao investir no mercado de ações. Outra opção para investir em um cenário de queda dos juros - especialmente para aqueles que buscam por investimentos mais seguros - é apostar em renda prefixada. Isso porque, travar um investimento em renda fixa prefixada evita que ele perca rentabilidade. Exemplos de investimento em renda prefixada incluem: Tesouro prefixado, Tesouro IPCA+, CDB, LCI, LCA, LC etc. A única atenção que devemos ter com as rendas prefixadas está relacionada à prefixação das taxas quando a Selic está muito baixa. Caso haja alguma modificação no mercado e a Selic volte a subir, o investimento permanecerá prefixado numa taxa baixa. Por isso, o momento mais adequado de prefixar é anteriormente ao movimento de queda de Selic - ou no seu início. Para investidores que desejam diversificar seu portfólio de maneira simples e contar com uma gestão e administração profissional para a escolha dos investimentos, os fundos multimercados também são opções a se considerar em um cenário de queda dos juros. A busca por melhores rentabilidades É sempre possível investir em um cenário de queda dos juros. Mais do que isso: é possível melhorar a rentabilidade das suas aplicações. Independentemente de qual sejam suas escolhas de investimentos, é importante conhecer o perfil do investidor e saber se seus objetivos com os aportes são de curto, médio ou longo prazo. Importante investir é um meio pelo qual os objetivos da vida real podem ser alcançados. Estar atento ao mercado financeiro e suas taxas é importante. Todavia, tenha em mente que todo investimento busca atender às necessidades reais na vida de um investidor. Por isso, um investimento pode ser classificado como bom ou ruim de acordo com os seus objetivos de vida. Pense sempre nisso antes de tomar suas decisões de investimento - independentemente de cenários internos ou externos. Conte com a assessoria BTG para alocar bem os seus investimentos. Abra sua conta sem taxas e fale com um assessor. __________ Oferecimento BTG Pactual digital
Buscando oferecer ao investidor as melhores oportunidades de investimento, o BTG reduziu para 0,10% ao ano as taxas de administração de três fundos de emissão própria: o BTG Pactual Ibovespa Indexado FIA , o BTG Pactual Digital Dólar FI Cambial e o BTG Pactual Ouro FI Mult. Fundo de ações O BTG Pactual Ibovespa Indexado FIA é o fundo de ações da plataforma indexado ao Ibovespa. Trata-se de um fundo passivo, isto é, que procura seguir o índice ao qual ele é atrelado. Funciona de maneira semelhante aos ETFs , fundos de índice com cotas negociadas em bolsa - com a diferença de que o fundo da plataforma não é um ETF, e sim um fundo aberto, permitindo aplicações e resgates. O investidor, portanto, não tem a necessidade de abrir conta numa corretora, operar home broker, nem pagar taxas como corretagem, custódia e emolumentos, como precisaria fazer se estivesse investindo diretamente em ações. Com a taxa de administração anterior de 0,14% ao ano, o fundo indexado do BTG já era mais barato que os ETFs atrelados ao Ibovespa disponíveis hoje na bolsa. Agora, a taxa do fundo do BTG cairá para 0,10% ao ano. Fundo de dólar O BTG Pactual Digital Dólar FI Cambial é um fundo multimercado de gestão ativa nos mercados de juros e câmbio, com objetivo de buscar uma rentabilidade superior à taxa de câmbio referencial, o dólar PTAX (cotação do Banco Central). Sua taxa caiu de 0,15% para 0,10% ao ano. Fundo de Ouro O BTG Pactual Ouro FI Mult é um fundo multimercado com exposição à variação da cotação do metal, mas sem exposição à variação cambial, isto é, protegido contra as oscilações do dólar. Sua taxa caiu de 0,30% para 0,10% ao ano. De fato, a taxa de 0,10% ao ano é bem baixa para fundos multimercados como esses, de ouro e dólar. Ouro e dólar são ativos muito importantes para proteção do patrimônio em tempos de crise, quando as ações se desvalorizam. O ouro, especificamente, vem sendo uma aposta relevante de muitos gestores renomados de fundos, de olho na possível recessão mundial que possa estar a caminho. Nos últimos 12 meses, o metal valorizou 26% em dólar. Ficou interessado em investir em algum dos fundos? Abra sua conta 100% digital e sem taxa de manutenção e comece agora. __________ Oferecimento BTG Pactual digital
Os fundos de investimento vêm ganhando cada vez mais notoriedade no mercado de investimentos brasileiro. Nos últimos dias, a ANBIMA (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) divulgou em seu boletim de fundos uma notícia muito animadora sobre a modalidade. De acordo com a Associação, os fundos de investimento registraram uma captação líquida de R$ 205,7 bilhões entre janeiro e setembro deste ano. O número chegou próximo ao recorde de 2017, quando a modalidade alcançou a marca de R$ 224 bilhões em nove meses - maior captação para o período durante a série histórica iniciada em 2002. Os destaques ficaram por conta dos fundos de ações e dos multimercados, que até setembro, registraram R$ 47,7 bilhões e R$ 56 bilhões, respectivamente, números que representam um aumento de 156,7% e de 32,3% sobre o mesmo intervalo de 2018. "Com a Selic mais baixa, desde o ano passado temos acompanhado um ritmo de crescimento mais acentuado em renda variável e multimercados. Os investidores estão buscando diversificar suas carteiras", afirma Carlos André, vice-presidente da ANBIMA. Pensando em começar a investir em fundos? Conheça a lista de fundos de investimentos disponíveis na plataforma do BTG Pactual digital. O que são Fundos de investimento O fundo de investimento é uma modalidade que reúne investidores e seus recursos sob a forma de um condomínio, com o objetivo de realizar aplicações em ativos financeiros e obter retornos sobre essas aplicações. Na analogia a um condomínio, os investidores, que são os cotistas, são como condôminos. O administrador do fundo é como o síndico, que recebe recursos para cuidar das aplicações e dos interesses dos cotistas, que, por sua vez, pagam uma taxa de administração para o fundo. Cada fundo de investimento precisa obedecer às normas da CVM (Comissão de Valores Mobiliários) e possuir um regulamento próprio, afinal, como existem diferentes tipos, cada fundo possui suas próprias regras. Vantagens dos fundos de investimento A principal vantagem dos fundos de investimento é a possibilidade de o investidor diversificar sua carteira sem precisar dividir seu capital em diversas aplicações. Afinal, por meio dos fundos, o investidor passa a ter acesso a um portfólio diversificado, que varia de acordo com a estratégia de cada fundo. Além disso, por meio dos fundos de investimento, é possível fazer aportes no mercado financeiro com pouco capital disponível e ter acesso a uma gestão profissional da carteira sem pagar muito por isso. Investir em fundos também pode fazer sentido para quem não tem tempo de gerenciar seu portfólio de investimentos - e prefere deixar suas aplicações sob gestão de terceiros. Já conhece o fundo de investimento do BTG que possui taxa zero de administração? Conheça o fundo Tesouro Selic Simples. Saiba mais. __________ Oferecimento BTG Pactual digital
Para quem busca realizar objetivos de longo prazo ou está no caminho para alcançar a independência financeira, buscar bons investimentos é uma tendência natural. Neste caminho, é preciso seguir alguns passos, entre eles, escolher uma instituição financeira que irá intermediar as aplicações. É nesse momento que surge a grande dúvida: qual a diferença entre uma corretora de valores e um banco de investimento? A grande diferença entre as instituições Quando o assunto é banco, a primeira ideia que vêm à cabeça é o modelo antiquado, com agências lotadas, taxas altas e gerentes com metas agressivas que frequentemente são pressionados a oferecer produtos pouco vantajosos. Já as corretoras de valores são focadas em investimentos, não oferecem serviços como empréstimos, cartão de crédito e etc. Por ser especialista em sua área de atuação, as corretoras costumam obter mais sucesso no campo dos investimentos. Além disso, as corretoras podem oferecer produtos de diversas instituições financeiras e não apenas de um emissor ou gestor. Contudo, por questões regulatórias, as corretoras acabam sofrendo algumas limitações em sua oferta de produtos. Com isso, essas instituições não conseguem cuidar de toda a vida financeira do seu cliente final. O modelo dos negócios digitais veio para quebrar esse paradigma, trazendo soluções para o cliente com tarifas mais baixas ou até mesmo zeradas. Além de transformar o cenário bancário do país. Uma solução completa Nesse mundo de bancos digitais, o BTG Pactual digital se destaca por ser o maior banco de investimentos da América Latina. Contamos com uma plataforma aberta de produtos para o cliente final, com fundos de investimento de diversas gestoras, títulos de renda fixa de vários emissores, soluções exclusivas em renda variável e previdência sem taxa de carregamento na entrada ou na saída - tudo isso em um aplicativo bastante intuitivo e fácil de usar. Abra sua conta no BTG Pactual digital, uma solução completa de investimentos para você. __________ Oferecimento BTG Pactual digital
Muitos economistas enxergam um horizonte positivo para a economia brasileira. Alguns dizem, inclusive, que a mudança já está em curso, com a iminente aprovação da reforma da Previdência e toda uma agenda positiva de cunho mais liberal. Por outro lado, é também importante estar ciente dos riscos, das incertezas. Bem como ensinar aqueles que os acompanham a se protegerem das ameaças que podem afetar suas finanças. Na verdade, com o tempo você percebe que refugiar-se no dólar e no ouro é algo quase primitivo, instintivo. As próprias reservas dos principais bancos centrais estão em moedas fortes e ouro. A tese do metal precioso, em especial, ganhou força de alguns anos para cá com os estímulos monetários no mundo. A ideia é que, com tanto dinheiro sendo "distribuído" nas grandes economias, ele acaba perdendo valor, com o ouro despontando como a principal reserva substituta. São características canônicas do ouro a escassez (diferentemente das moedas, não há como se imprimir uma maior quantidade), a fácil divisão e a perenidade associada à não corrosão ou deterioração, fazendo dele reserva de valor clássica. Por isso, para o investidor que deseja se proteger de um cenário de crise global, um ativo muito indicado para se ter em carteira é o ouro. Não à toa, diante de um temor cada vez mais generalizado de uma recessão mundial, a cotação do metal disparou em 2019, impulsionada pelo forte aumento na procura. Mesmo após essa valorização, no entanto, o ouro se mantém no radar, sobretudo porque as questões que vêm provocando sua alta, em especial a guerra comercial entre Estados Unidos e China, não parecem que serão resolvidas rapidamente. Os fundos de ouro, dólar e ações baixaram a taxa para apenas 0,10% a.a. no BTG Pactual. Abra sua conta. Como investir em ouro Há basicamente três formas de se investir em ouro: comprando o metal físico, adquirindo contratos em Bolsa ou aplicando em fundos que acompanham a variação do metal. Até pouco tempo, mesmo com a incidência de taxas de corretagem e custódia, a segunda opção era a mais indicada, dada a escassez de fundos no mercado brasileiro e os altos custos que eram cobrados por eles. Nos últimos dias, contudo, este cenário mudou radicalmente. E o responsável pela mudança foi o BTG Pactual digital, que derrubou a taxa de seus fundos de ouro para apenas 0,10% ao ano. Com uma aplicação inicial de apenas R$ 500,00 e movimentações mínimas do mesmo valor, o investidor pode investir no BTG Pactual Ouro FI Mult. O fundo multimercado possui exposição à variação da cotação do metal, mas sem exposição à variação cambial, isto é, protegido contra as oscilações do dólar. "Nesse cenário de juros baixos, é muito importante que o investidor diversifique os investimentos, e nós queremos incentivar esse movimento. Esse é mais um passo na nossa busca incansável por oferecer a melhor experiência e os melhores investimentos aos nossos clientes", avalia Marcelo Flora, sócio responsável pelo BTG Pactual digital. Em tempos turbulentos para a economia global, faz todo o sentido ter um pouco de ouro na carteira. Abra sua conta no BTG Pactual digital e comece a investir nos fundos de ouro com as menores taxas do mercado. Gabriel Casonato - Analista CNPI __________ Oferecimento BTG Pactual digital
O BTG Pactual digital comemorou o mês do cliente, também chamado de mês do Brasil, com ofertas especiais de investimento. Para encerrar com chave de ouro, a última oferta, vigente de 23 a 30 de setembro, se trata de uma LCI com rendimento de 101% do CDI. Uma taxa de rentabilidade muito atraente e pouco praticada no mercado, principalmente no atual cenário de queda de juros. Por se tratar de um investimento exclusivo para clientes da instituição, os interessados em realizar aportes na LCI que não possuírem conta no BTG Pactual digital, podem realizar o processo de abertura pelo aplicativo, de forma 100% digital. Além disso, não há cobrança de taxa de manutenção e nem de envio de TED. Entenda a oferta A Letra de Crédito Imobiliário (LCI) é um título de renda fixa criado para movimentar o setor imobiliário do país. Você investe na modalidade durante um determinado período e, ao final do prazo, recebe o valor corrigido por uma taxa. Enquanto seu dinheiro está investido, o banco utiliza os recursos para oferecer crédito para financiamentos imobiliários. É bom para o setor, para instituição e para o investidor. A LCI especial lançada pelo BTG Pactual possui rendimento de 101% do CDI, uma taxa equivalente a 128,75% do CDI em um investimento tributado, como o CDB, por exemplo. Esta equivalência precisa ser considerada tendo em vista que a LCI é isenta de Imposto de Renda. Outra grande vantagem é que o investimento possui garantia do FGC - Fundo Garantidor de Créditos. O valor mínimo de investimento é de R$ 10.000 (dez mil reais) e o máximo é de R$ 200.000 (duzentos mil reais). Quanto ao prazo, o vencimento da LCI é de apenas 6 meses. O que significa que em pouco tempo o valor estará disponível novamente. A aplicação reúne segurança e boa rentabilidade a um curto prazo, características que muitos investidores têm buscado no mercado. Contudo, a chance de aproveitar a oportunidade tem data para acabar. A LCI do BTG Pactual a 101% do CDI só ficará disponível até a próxima segunda, dia 30 de setembro, e o horário limite para aportes é às 15h. Quer aproveitar a oportunidade? Abra sua conta e invista na LCI BTG Pactual 105% do CDI. __________ Oferecimento BTG Pactual digital
O Governo Federal lançou uma campanha intitulada Semana do Brasil no intuito de movimentar a economia do país. Entre os dias 6 e 15 de setembro, diversas instituições oferecerão produtos com condições especiais para incentivar o consumo. Para fazer parte da campanha, o BTG Pactual digital lançou um produto especial com rendimento pouco praticado no mercado: uma LCI (Letra de Crédito Imobiliário) com rendimento de 105% do CDI. A LCI é isenta de Imposto de Renda para pessoa física, o que faz com que a rentabilidade seja ainda mais atrativa, pois, a taxa equivalente em um investimento tributado, como o CDB, seria de 131,25% do CDI. Além do rendimento, a LCI possui outras vantagens: Isenção de Imposto de Renda para pessoa física Garantia do FGC - Fundo Garantidor de Crédito. Isso significa que, mesmo que o emissor venha a falir, o investidor terá a garantia de ressarcimento pelo órgão de até R$ 250.000,00 (duzentos e cinquenta mil reais) por CPF e por instituição financeira, considerando o limite de garantia de R$ 1 milhão para cada período de quatro anos. Vencimento de 6 meses, o que quer dizer que seu dinheiro ficará disponível novamente em pouco tempo. Oferta por tempo limitado Por se tratar de uma oferta especial da Semana do Brasil, existe uma data limite para investimentos. A LCI ficará disponível apenas até o dia 13 de setembro, sendo que, os aportes só podem ser realizados até às 15h. Ainda assim, o ideal é não esperar o último dia, pois o produto possui um limite máximo de aportes que, caso seja alcançado antes do prazo, a oferta será encerrada. O aporte mínimo é de R$10.000,00 (dez mil reais) e o valor máximo é de R$200.00,000 (duzentos mil reais) por CPF. Para investir na LCI, é preciso ser cliente do BTG Pactual digital. O processo de abertura de conta na instituição é simples e pode ser feito inteiramente pelo aplicativo. A conta é 100% digital e sem taxa de manutenção. Conte com a assessoria do BTG Pactual digital para investir na LCI com 105% do CDI. Abra sua conta. O que é e como funciona a LCI? As Letras de Crédito Imobiliário são títulos emitidos pelos bancos com o objetivo de captar recursos para financiar o mercado imobiliário Como esse direcionamento de recursos contribui para o andamento de novos projetos de habitação, as LCIs funcionam como um complemento à poupança, que também tem seus recursos direcionados ao mercado imobiliário. Em outras palavras, quando você aplica em uma LCI, está emprestando dinheiro ao banco, em troca de uma remuneração. A instituição financeira, por sua vez, utiliza esse dinheiro para financiamentos imobiliários, emprestando a quem está adquirindo imóveis. Invista em LCI com um rendimento expressivo. Abra sua conta 100% online e sem taxa de manutenção no BTG Pactual digital. __________ Oferecimento BTG Pactual digital
quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Qual melhor investimento para seu perfil?

O investidor brasileiro comum vem ganhando cada vez mais coragem de sair da poupança e dos grandes bancos, onde ainda se encontram boa parte dos investidores. Essa acomodação acontece por dificuldade em encarar mudanças, medo e desconhecimento, que somados, trazem dúvidas sobre qual tipo de aplicação buscar. O primeiro passo que se deve tomar antes de escolher um investimento, seja iniciante ou mais experiente, é verificar se a aplicação está em conformidade com o seu perfil de investidor. Para traçar seu perfil, é importante analisar sua tolerância para tomar riscos, bem como o prazo em que se busca obter os retornos para resgatar ou reinvestir o capital. A seguir, você vai conhecer cada um dos três principais perfis de risco. Conservador Trata-se de investidores que possuem baixa, ou quase nenhuma, tolerância a risco, recorrendo essencialmente a uma maior segurança e preservação de seu capital aplicado. Moderado Antigos "Moderado" e "Balanceado", abrange investidores propensos a alocar uma fração de seus recursos em produtos de maior risco, aceitando a possibilidade de sofrer alguma perda em seu capital investido, a fim de adquirir retornos acima da média no médio e longo prazo. Sofisticado Antigos "Crescimento" e "Sofisticado", engloba investidores que apresentam alta tolerância a risco, estando dispostos a buscar retornos expressivos e de maior volatilidade em seus investimentos, inclusive por meio de alavancagem. Para saber qual é o seu perfil, basta responder a um questionário chamado Suitability, também conhecido no mercado como API (Avaliação de Perfil do Investidor). Utilizado em todo o mundo, o Suitability é obrigatório no Brasil desde o lançamento da Instrução 539/2013 da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). De acordo com a instituição, a instrução dispõe sobre o dever de verificação da adequação dos produtos, serviços e operações ao perfil do cliente. Por se tratar de um item obrigatório, o investidor que abre conta no BTG Digital tem como primeiro passo o preenchimento do Suitability e, em poucos minutos, consegue saber seu perfil de risco e assim, pode fazer escolhas mais adequadas na hora de montar sua carteira de investimentos. Abra sua conta sem taxa de manutenção no BTG Digital, descubra seu perfil de investidor e conte com a assessoria de investimentos. __________ Oferecimento BTG Pactual digital
Você mantém seu dinheiro ou parte dele na caderneta de poupança? Se a resposta for afirmativa, a dica é rever essa conduta. Seu dinheiro pode render muito mais em outros produtos que são acessíveis a todos os bolsos e oferecem segurança semelhante à da poupança. Você vai conhecer alguns deles agora. Certificado de Depósito Bancário (CDB) O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é um título de renda fixa emitido por instituições financeiras. Em uma analogia simples, ao investir em CDB, é como se o investidor emprestasse o dinheiro ao banco para que ele possa financiar suas atividades. Em troca, a instituição devolve o valor acrescido de juros ao final de determinado prazo. Existem diversos CDBs emitidos por diferentes instituições financeiras. Eles podem variar o valor mínimo de investimento, prazo de vencimento e facilidade em resgatar o dinheiro. Vale verificar estes pontos antes de realizar suas aplicações. Tesouro Direto O Tesouro Direto é um programa de investimentos do governo federal. Ao investir no Tesouro, você está emprestando dinheiro para o governo e, em troca, ele lhe paga os juros (rendimento do investimento). Para comprar títulos públicos do Tesouro, o investidor precisa ter conta aberta em uma corretora ou banco habilitado e há a possibilidade de fazer investimentos a partir de R$ 30,00. Além da cobrança do IR seguindo a tabela regressiva dos investimentos, também há a cobrança de uma taxa de custódia anual de 0,25% ao ano. O Tesouro Direto permite investimentos a partir de R$30,00. Abra sua conta no BTG Pactual digital e comece a investir de maneira simples e segura.   Fundos de investimentos Os fundos de investimento também podem ser uma boa alternativa para quem quer sair da poupança. No mercado, existe uma grande variedade de fundos que você pode escolher. Veja alguns tipos abaixo: Fundos de renda fixa: muito procurados por investidores de diferentes perfis, esses fundos são mais conservadores, com pelo menos 80% da carteira alocada em títulos públicos. Fundos multimercados: mais diversificados e arrojados, contam com produtos de renda fixa e renda variável. Fundos DI: são aqueles que acompanham o CDI (Certificado de Depósito Interbancário), o que garante baixo risco aos investidores. Fundos cambiais: aplicam os recursos em moedas estrangeiras e têm uma rentabilidade que varia de acordo com a sua flutuação. LCI e LCA As Letras de Crédito Imobiliário (LCI) são títulos emitidos pelos bancos com o objetivo de captar recursos para financiar o mercado imobiliário. Esse direcionamento contribui para o andamento de novos projetos de habitação. Assim como no CDB, quando você aplica em uma LCI, está emprestando dinheiro ao banco, em troca de uma remuneração. A instituição financeira, por sua vez, utiliza esse dinheiro para financiamentos imobiliários, emprestando a quem está adquirindo imóveis. As Letras de Crédito do Agronegócio seguem a mesma lógica, mas com foco no desenvolvimento do agronegócio. O dinheiro investido em uma LCA serve para os bancos financiarem projetos de plantio e cultivo. Não faltam alternativas para sair da poupança A poupança é mau negócio para quem deseja valorizar seu dinheiro e multiplicá-lo de forma mais rápida. Mas, felizmente, o mercado está repleto de alternativas para sair da poupança. Você só precisa escolher a que melhor se encaixa ao seu perfil de investidor e aos seus objetivos. Se você tem dúvidas na hora de investir seu dinheiro, conte com o apoio do time de assessoria do BTG Pactual digital.   Abra sua conta 100% online e sem taxa de manutenção e conte com a assessoria do BTG Pactual digital para começar a investir. __________ Oferecimento BTG Pactual digital
No primeiro semestre de 2019, o Tesouro Direto bateu recorde de emissões de títulos públicos, segundo dados do governo federal. No total, foram mais de 18 bilhões de reais, o dobro do valor emitido no mesmo período do ano passado. Além disso, o número também representa o maior resultado para um primeiro semestre desde 2002, quando programa foi criado. O recorde aconteceu em um cenário que já era otimista para a modalidade. Em abril ainda deste ano, o número de investidores ativos, isto é, aqueles que possuem saldo aplicado no programa, passou de 1 milhão. Além disso, o número de cadastros chegou a 4 milhões, apontando um aumento de 206.033 novos investidores. O aumento expressivo tanto na emissão de títulos, quanto no número de cadastros mostra como o Tesouro Direto tem ganhado cada vez mais a atenção dos investidores, principalmente para aqueles que estão saindo da poupança. Afinal, os títulos públicos se destacam por sua segurança, liquidez e boa rentabilidade. O que é o Tesouro Direto? No intuito de facilitar o acesso da população aos investimentos em títulos públicos do governo federal, o Tesouro Nacional lançou em 2002 a plataforma do Tesouro Direto. Por meio deste programa, os investidores pessoa física têm acesso aos títulos da dívida pública nacional através da internet. Com opções de investimentos a partir de R$ 30,00, os títulos públicos acabaram se tornando bastante populares - assim como esperava o Tesouro Nacional. Comece a investir no Tesouro Direto com facilidade e segurança. Abra sua conta e conte com a assessoria do BTG Pactual digital. Os principais tipos de títulos do Tesouro Existem três principais tipos de títulos do Tesouro Direto negociados na plataforma. São eles: Tesouro Selic, Tesouro Prefixado e Tesouro IPCA. Título Tesouro Selic: é o título do Tesouro que acompanha a taxa Selic diária. Dessa forma, o investidor que investe neste título acompanha o crescimento do seu patrimônio diariamente. Título Prefixado: é o título do Tesouro que possui uma taxa de rentabilidade predefinida no momento da aplicação. Sendo assim, o investidor já sabe, no momento do aporte, qual será a rentabilidade da aplicação no vencimento do título. Tesouro IPCA: é o título híbrido do Tesouro, cuja rentabilidade é composta por uma taxa prefixada acrescida da inflação. Cada um destes títulos possui características específicas, que precisam ser conhecidas pelo investidor antes da aplicação. O Tesouro Direto é uma excelente porta de entrada para quem está começando a dar seus primeiros passos fora da poupança, afinal, é um dos títulos mais seguros, acessíveis, rentáveis e líquidos. Com apenas R$ 30,00 já é possível comprar frações de títulos, permitindo que praticamente qualquer pessoa consiga entrar neste mercado. Conhece o Tesouro Selic Simples com taxa zero? O fundo do BTG que tem taxa zero de verdade. Abra sua conta e comece a investir. __________ Oferecimento BTG Pactual digital
A caderneta de poupança sofreu em julho a maior retirada líquida para o mês desde 2015, de acordo com o Banco Central. Os saques superaram os depósitos em R$ 1,605 bilhão. Este valor se refere aos saques que superaram os depósitos. Ainda segundo o Banco Central, nos sete primeiros meses deste ano, a retirada líquida (saques acima dos depósitos) foi de R$ 16,104 bilhões, o que significou a maior saída para o período desde 2016. Na ocasião, o saldo foi negativo de R$ 43,721 bilhões. Em um cenário de queda de juros no Brasil, onde o Comitê de Política Monetária do Banco Central (COPOM), reduziu a Selic (taxa básica de juros brasileira) para 6%, muitas pessoas começam a buscar novas alternativas de investimento, já que a poupança se mostra cada vez menos atrativa. Isso acontece porque a rentabilidade da caderneta de poupança depende do patamar em que a taxa Selic se encontra. Como funciona a rentabilidade da poupança? A regra de rendimento da poupança depende da taxa básica de juros brasileira, a Selic. Existem duas regras diferentes que mudam de acordo com o patamar que a taxa se encontra. Funciona assim Se a Selic for menor ou igual a 8,5% ao ano, a poupança rende 70% da Selic mais a TR (Taxa Referencial, que costuma a ser zero, ou a estar bem próxima disso) Se a Selic for superior a 8,5% ao ano, a poupança tem rentabilidade fixa: 0,5% ao mês mais a TR. Dependendo do momento econômico do país, a rentabilidade da poupança pode ser até menor que a inflação. É por isso que a poupança nem pode ser considerada um investimento - porque o investidor pode acabar perdendo dinheiro se ela render menos que a inflação. Importante lembrar que existe o "aniversário da poupança", ou seja, a rentabilidade do "investimento" só é aplicada uma vez ao mês. Por exemplo: se você investir na poupança no dia 12 de um mês e precisar resgatar no dia 11 do mês seguinte, seu dinheiro não terá rendido nada. Conheça mais sobre investimentos e saiba como fazer seu dinheiro render mais. Abra uma conta no BTG Pactual digital. A tradição de investir na poupança A caderneta de poupança foi criada pelo Imperador Dom Pedro II, no século 19, destinada a pessoas de baixa renda. A remuneração na época era de 6% ao ano (a mesma taxa usada até 2012), sob a garantia do governo. Até pouco tempo, esse investimento era o mais acessível e seguro para o público em geral. Essa "tradição" seguiu de geração em geração, até os dias de hoje. Como resultado, a conta poupança continua sendo um produto muito popular. Segundo uma pesquisa realizada pelo SPC/CDL, 69% dos investidores ainda aplicam seu dinheiro na conta poupança e um dos principais motivos é a facilidade e a popularidade do produto. Ainda vale a pena investir na poupança? O rendimento da poupança deixou de ser interessante há muito tempo. Tecnicamente, a caderneta não pode mais ser classificada como investimento competitivo porque, quando comparada com outras modalidades de investimento de risco equivalente, é superada por praticamente todas. Essa é uma das principais razões pelas quais os investidores têm buscado outros caminhos para alocar suas reservas. O bom investidor deve ser curioso e procurar as melhores opções para que seu dinheiro renda o máximo possível. É certo que, pior do que a poupança, só mesmo deixar o dinheiro parado na conta ou embaixo do colchão. Você pode contar com a assessoria do BTG Pactual digital na hora de investir. Abra sua conta. __________ Oferecimento BTG Pactual digital
Se acontecer uma emergência, você tem dinheiro para pagá-la? Muitas pessoas guardam dinheiro, fazem planos e esquecem de pensar no "básico". Estar preparado para uma emergência é algo muito importante na vida de um investidor. É para isso que serve a reserva de emergência (também chamada de reserva de liquidez). A reserva é um valor que você deixa guardado e que só pode ser usado em casos de perda de emprego, problemas de saúde e outros contratempos. O valor depende do seu custo de vida: há quem guarde de quatro a seis salários e outros que guardam mais de um ano de salário. É você quem decide! Essa quantia serve para te trazer mais tranquilidade. Se acontecer alguma emergência, você está tranquilo porque tem um dinheiro guardado. Mas "guardado" é só uma forma de dizer! A reserva de emergência também deve ser investida. Para aplicar a sua reserva de emergência, você deve procurar investimentos com liquidez diária, ou seja, possibilidade de resgate a qualquer momento. Dessa forma, você não terá nenhuma dor de cabeça na hora de resgatar em caso de necessidade. Confira três investimentos com liquidez diária que podem ser um bom destino para a sua reserva: 1.Tesouro SELIC O Tesouro Direto oferece os investimentos mais seguros do Brasil. Isso acontece porque são os títulos do Tesouro Nacional, ou seja, eles contam com a garantia do governo federal. Mas, apesar da segurança em todos os títulos, o mais indicado para a sua reserva de emergência é o Tesouro SELIC. No Tesouro SELIC, a sua reserva de emergência estará rendendo a variação da SELIC no período. É um título pós-fixado que é mais seguro do que a poupança e ainda rende mais. O Tesouro SELIC é o único título do Tesouro Direto que não cai na "pegadinha" da liquidez diária. Se você, investidor, quiser resgatar o seu dinheiro antes do prazo final, não tem nenhum problema. Em um dia útil, a quantia estará na sua conta. No Tesouro Prefixado e Tesouro IPCA, você corre o risco de perder dinheiro, já que os títulos são vendidos pelos preços do mercado no dia da venda - e não pelo preço que ficou acordado no início. 2. CDB com liquidez diária O Certificado de Depósito Bancário (CDB) é um queridinho dos brasileiros por ser um investimento muito versátil. Para a sua reserva de emergência, foque nos CDBs que ofereçam liquidez diária. Dessa forma, você pode resgatar o dinheiro quando precisar - mesmo se for antes do prazo definido. São títulos emitidos por bancos e podem ser encontrados diretamente nos bancos ou nas corretoras. Normalmente, os CDBs com liquidez diária são pós-fixados e é possível encontrar rentabilidades que ultrapassam 100% do CDI. E o melhor? Os CDBs são garantidos pelo Fundo Garantidor de Créditos (FGC) até R$ 250 mil por grupo financeiro e R$ 1 milhão por CPF. Se algo acontecer com a instituição financeira, você recebe o dinheiro (investimento + rendimentos) de volta. 3. Fundos de renda fixa Os fundos de investimento com liquidez diária são boas opções para quem busca aplicar a reserva de emergência. Como o investimento precisa ser seguro, opte por fundos DI ou fundos de renda fixa. Mas fique atento a dois pontos: Fuja de taxas abusivas! Em fundos mais "simples" como DI e renda fixa, não aceite pagar taxas de administração muito altas. Acima de 0,5% para um fundo DI já é considerado alto! A liquidez é diária mesmo? Confira quantos dias são necessários para resgatar o dinheiro. Alguns fundos oferecem liquidez "diária", mas são necessários alguns dias úteis para fazer o resgate. No caso de uma emergência, isso pode ser um grande problema. Opte pelos fundos de liquidez imediata. Atualmente, existem alguns fundos que investem diretamente no Tesouro SELIC e que não cobram nenhuma taxa por esse serviço. Isso significa que é mais fácil e barato investir nesses fundos do que diretamente no Tesouro Direto por meio de uma corretora. No BTG Pactual digital, por exemplo, é o fundo Tesouro SELIC Simples (BTG Pactual digital Tesouro Selic S FI RF), em que você pode investir com a partir de R$ 500,00. Vale a pena conhecer! __________ Abra sua conta no BTG Pactual digital e conheça todos os produtos disponíveis para começar a investir melhor. Taxa zero de abertura e manutenção. (Clique aqui)
por Gustavo Cerbasi Em mais de 20 anos como consultor financeiro, certas perguntas têm sido recorrentes. Uma delas é como ter sucesso financeiro. Certamente, não há uma resposta simples e objetiva para uma questão abrangente como essa. Mas, algumas atitudes podem ajudar na construção de um planejamento sólido que conduzirá ao sucesso. Neste artigo, compartilho algumas reflexões a respeito da busca pelo sucesso financeiro. Uma meta tão ampla que muitos dizem ter, mas poucos realmente se debruçam sobre ela em busca de soluções. Como ter sucesso financeiro? Procure desenvolver sua atitude antes de qualquer coisa, pois o conhecimento você pode adquirir de diferentes formas. A metáfora da luta contra um gorila Há um dito muito emblemático que funciona como metáfora para a busca por sucesso, que diz o seguinte: "O sucesso é como lutar contra um gorila. Você não para quando está cansado; você para quando o gorila está cansado." A lógica é bastante simples e indica que desistir não é uma opção, pois isso pode ser fatal. Quem almeja ter mais sucesso em sua vida financeira ou em qualquer empreitada, precisa ser perseverante e não descansar até chegar lá. Sucesso financeiro passa por alguns sacrifícios Ao se depararem com alguém bem-sucedido, certas pessoas caem na tentação de imaginar que ele chegou lá do dia para a noite. Esse raciocínio não ajuda em nada quem deseja construir sua própria trajetória de sucesso. O certo é refletir sobre o preço que essa pessoa pagou para chegar lá. O caminho a ser trilhado envolve uma série de concessões a serem feitas. Sucesso é fruto de muita persistência e planejamento. E, se você deseja alcançar uma condição de maior prosperidade, deve estar preparado para fazer sacrifícios. A dedicação a esse plano, provavelmente, vai subtrair tempo de outras atividades importantes em sua vida. Você e sua família devem estar conscientes dessa realidade, para que a jornada seja exitosa. Entenda que tudo envolve dinheiro A resposta para a dúvida de como ter sucesso nas finanças é valiosa porque vai além do número de dígitos na conta. Em nossa sociedade, todas as escolhas envolvem dinheiro. Se você deseja passar mais tempo com a família, terá menos tempo para trabalhar e produzir renda. Como solucionar isso? Com boas escolhas de investimento que vão lhe ajudar a multiplicar seu patrimônio. Um planejamento financeiro bem azeitado garante mais flexibilidade nas escolhas e gera mais tempo para as coisas mais valiosas. Se você quer mais tempo em família, comece a construir um bom plano que viabilizará isso. Desenvolva sua inteligência financeira Nos últimos anos, meu trabalho tem sido mais focado no conceito de inteligência financeira, que engloba diferentes fatores. O conhecimento para fazer bons investimentos, por exemplo, tem relação direta com a inteligência financeira. Porém, esse conceito tem muito mais a ver com a atitude que cada pessoa adota. Não basta conhecer as ferramentas, pois isso está ao alcance de todos atualmente. Cabe a você começar a transformar esse conteúdo em bem-estar para sua família. Como ter sucesso financeiro? Lembre-se das dicas deste artigo e comece agora mesmo a desenvolver sua inteligência financeira. __________ Abra sua conta no BTG Pactual digital e conheça todos os produtos disponíveis para começar a investir melhor. (Clique aqui)