MIGALHAS QUENTES

  1. Home >
  2. Quentes >
  3. Júri condena Amber Heard a pagar US$ 15 milhões a Johnny Depp
Depp x Heard

Júri condena Amber Heard a pagar US$ 15 milhões a Johnny Depp

Amber foi condenada a pagar US$ 10 milhões de danos compensatórios e US$ 5 milhões de danos punitivos. Johnny terá de pagar US$ 2 milhões à atriz por difamação.

Da Redação

quarta-feira, 1 de junho de 2022

Atualizado em 2 de junho de 2022 08:08

julgamento que durou seis semanas na disputa judicial entre o ex-casal Johnny Depp e Amber Heard chegou ao fim. O ator receberá US$ 15 milhões de sua ex-esposa. A atriz foi condenada a pagar US$ 10 milhões de danos compensatórios e US$ 5 milhões de danos punitivos.

O júri também considerou que Johnny Depp difamou a atriz, por isso ele terá de pagar US$ 2 milhões a ela.

No Instagram, Johnny se manifestou dizendo que "desde o início, independente do resultado, o objetivo do caso era esse: trazer a verdade à tona".

"Falar a verdade era algo que eu devia aos meus filhos e a todos que permaneceram firmes em seu apoio a mim."

Amber também comentou a derrota:

"A decepção que sinto hoje está além das palavras. Estou com o coração partido que a montanha de evidências ainda não foi suficiente para enfrentar o poder e a influência desproporcionais de meu ex-marido. Estou ainda mais desapontada com o que esse veredito significa para outras mulheres. É um retrocesso."


Caso

O relacionamento teve início em 2011; os artistas se casaram em 2015, se separaram em 2016 e o divórcio foi concluído em 2017.

Na ação, o ator pediu indenização de 50 milhões de dólares por difamação por um artigo dela publicado no jornal "Washington Post" em 2018, em que a atriz se descreve como uma "figura pública que representa a violência doméstica". Em razão do artigo, teria perdido importantes papeis no cinema.

Já a atriz processou Depp em 100 milhões de dólares também por difamação, por dizer que ela mentiu sobre acusações de agressões durante o casamento dos dois, que durou de 2015 a 2016. Ele nega as acusações de agressão, e diz que ela é quem o agredia.


Momentos marcantes

Como o júri foi transmitido publicamente na internet, vários trechos ganharam destaque.

Em seu interrogatório, Depp conta como teria tido o dedo decepado após a ex-mulher jogar uma garrafa de vodka contra ele. Houve também perguntas que levaram o ator ao riso.

Em outro momento, durante o depoimento de Amber, ela cita Kate Moss, modelo com quem Depp já se relacionou, sugerindo que ela também teria sido agredida por Depp. A defesa do ator comemora porque, diante da citação da atriz, Moss poderia ser chamada a depor. Moss depôs a favor do ator, negando qualquer agressão.


Alegações finais

No último dia do julgamento, as defesas do casal apresentaram suas alegações finais.

O advogado Benjamin Rottenborn, que representa a atriz, disse que todo o caso é sobre culpar Amber por coisas que ela não fez, e destacou que se for concluído que ela foi abusada física, verbal ou emocionalmente apenas uma vez, significa que ela deve vencer a ação.

Já Camille Vasquez, advogada que ganhou destaque por sua atuação a favor de Depp, pediu que a atriz seja responsabilizada por "suas mentiras". Camille disse que Heard "soluça sem lágrimas" enquanto "tecia relatos elaborados, exagerados e fantásticos de abuso".


Camille Vasquez

Entre os profissionais atuantes no julgamento, teve destaque a advogada do ator, Camille Vasquez. Ela compõe a equipe de nove advogados que realizam a defesa. Por várias vezes, a causídica encurralou a atriz que acusa Depp, e conquistou o respeito do público pelo jeito afiado de conduzir os questionamentos.

Em um dos episódios, a advogada questiona, de forma incisiva, uma doação que a atriz diz ter feito, sobre o valor que recebeu do acordo que fez após o divórcio com Depp. Embora tenha prometido, o dinheiro não foi doado.

Assista:

Também chamou a atenção o fato de que, em vários momentos durante o interrogatório de Amber feito por sua própria advogada, foi apontada "objeção" pela defesa de Depp. A base para a maioria dos protestos era "boato" e falta de fundamento. A maioria das objeções foi mantida pela juíza. A atuação da causídica neste ponto viralizou nas redes sociais. 

A advogada também "encurralou" Amber ao questionar o fato de que ela deu a ele uma faca de presente, no mesmo ano em que o acusa de ter sido violento e arremessar objetos contra ela.

Em um dos trechos do julgamento, a advogada expõe o motivo de Depp não olhar para a ex-esposa.

Já a defesa de Amber foi motivo de chacota por ter pedido objeção em uma pergunta feita por ele próprio. Assista:


Memes

Os internautas não perdoam. Durante todo o longo julgamento, trechos do júri viraram meme e viralizaram nas redes sociais.

Em uma das montagens, aparece Jason Momoa, ator de Aquaman, filme protagonizado por Heard. No vídeo original, Momoa concedia uma entrevista no programa The Ellen Show.

A quantidade de "objeções" pedidas pela advogada de Depp também viralizou. Os protestos da causídica incluíam indicação de "boato" e falta de fundamento. A maioria foi sustentada pela juíza.

Uma fala de Amber foi alvo de piada. Durante seu testemunho, ao detalhar um dia em que ela e o ex-marido brigaram, a atriz disse que seu cachorro foi picado por uma abelha. 

Patrocínio

Patrocínio Migalhas
Migalhas