segunda-feira, 20 de setembro de 2021

INFORMATIVO

fechar

Cadastre-se para receber o informativo gratuitamente

  1. Home >
  2. Amanhecidas >
  3. MIGALHAS nº 5.033

MIGALHAS nº 5.033

Quinta-Feira, 4 de fevereiro de 2021 - Migalhas nº 5.033.
Fechamento às 09h30.


Registro

Migalhas anuncia que, a partir de hoje, conta com mais um Fomentador:

  • FGV Direito Rio

(Clique aqui)


"Qual é a lei geral da humanidade? É não aceitar aquilo que se lhe dá, para ir buscar aquilo que não poderá obter."

Machado de Assis

Moro no Supremo

Sim, Moro no Supremo. Você leu corretamente. Mas calma, não é como pensam alguns. Ele chegou ao STF, ontem, com uma reclamação.

O maringaense quer que o caso dos hackers seja conduzido por Fachin, e não pelo ministro Lewandowski, o qual franqueou as saborosas conversas para a defesa do ex-presidente Lula.

A reclamação é assinada pela advogada Rosangela Moro, cônjuge do desditoso autor.

Veja a íntegra da Reclamação - clique aqui.

Operação "lava-prova"

A grande preocupação de Moro na reclamação é o que disse ontem este nosso vibrante matutino acerca da "lavagem das provas". De fato, falamos que as mensagens que estão sendo entregues à defesa de Lula foram apreendidas pela PF. PF que, frise-se, era comandada por Moro. Fez-se a perícia no material e, a rigor, validou-se o conteúdo. Quando Moro se deu conta que estava fazendo uma "lavagem das provas", falou em destruir o material, mas o ministro Fux apagou a pira.

Em tom professoral que demonstra o cacoete de juiz, Moro deixa clara essa preocupação:

"O fato das (sic) mensagens terem sido apreendidas licitamente pela Polícia Federal não autoriza, por evidente, que sejam utilizadas contra as vítimas da violação criminosa perpetradas pelos hackers."

Em outro ponto, mostrando criatividade argumentativa, diz que não há prova da autenticidade das mensagens, pois elas podem "ter sido adulteradas antes de sua apreensão pela Polícia Federal".

E mesmo colocando em dúvida as mensagens, paradoxalmente se defende, afirmando "que em uma Operação complexa e longa como a Lava Jato, quatro anos só entre 2014 e 2018, é de se esperar a interação entre juiz, procuradores e advogados".

As voltas que o mundo dá

É como disse um migalheiro que atuou no caso: ver o juiz Moro falando em prova ilícita para se defender é bom demais para ser verdade.

Sapiência popular

Antigo ditado diz que o advogado que atua em causa própria tem um animal como cliente. No lugar de "animal", a bem da verdade, o provérbio fala em "burro". Mas pode ser "marreco" também, se preferirem.

Atestado

Há um dado que fulmina o argumento de Moro, de que as conversas podem ter sido adulteradas antes de serem apreendidas pela PF. Esse dado surge quando se divulgou que o procurador da República Deltan Dallagnol, em certo momento, teve a luminosa ideia de criar um monumento à Lava Jato (Folha de S.Paulo, 21/8/19). Seria um ponto turístico na capital paranaense, e locação obrigatória para as emissoras de TV falarem dele próprio e da força-tarefa que conduzia. Ora, é uma ideia tão estapafúrdia, que ninguém, em sã consciência, poderia pensar, a não ser se estivesse embriagado com a fama. Ali se comprova que são verdadeiras as mensagens. Comprova-se também outra coisa, mas aí não é da área jurídica, e Freud é quem explica.


Editorial

Nem só de arbitrariedades e ilegalidades viveu a Lava Jato. É bom que isso fique claro. É bom também que os migalheiros entendam que este nosso rotativo sabe muito bem disso. Com efeito, muitos procuradores da República são sérios e estavam imbuídos das melhores intenções. Ademais, havia em muitos casos corrupção e isso foi provado. Mas também está sendo discutida a legalidade de certas coisas, e é importante que se faça essa anamnese. O fato é que as conversas que estão agora circulando, abstraindo-se o que é papo furado (coisa normal no dia a dia), demonstram que um grupo de integrantes do parquet tinha excelentes propósitos e atuava corretamente, muitas vezes apontando o que entendia não ser correto, como por exemplo os vazamentos os quais, até onde se viu, não eram condenados por Deltan Dallagnol (estranho, né?). Faz-se essa ressalva em relação à atuação dos procuradores, porque não é possível colocar todos no mesmo balaio. Aos poucos, em migalhas, iremos trazer aqui esse contraponto, apresentando quem agiu corretamente. Mas é claro que o que chama atenção não é o cachorro morder o homem, e sim quando inusitadamente um homem morde um cachorro. De modo que nem sempre isso chamará a atenção, mesmo porque procuradores da República são pagos e investidos no cargo para fazer tudo certo. Se assim agem, não é notícia. Em todo caso, como dito, iremos fazer algumas menções. A propósito, veja a próxima nota.

Alvíssaras

Amigo de diretor jurídico da OAS, procurador da República se dá espontaneamente por suspeito de atuar na delação da empresa. (Clique aqui)

Embargos

MPF apresentou embargos de declaração também contra a decisão de Lewandowski citada na nota que inaugura este informativo. O parquet levanta pontos omissos e contraditórios na determinação. (Clique aqui)

Exéquias

MPF informou que a força-tarefa da Lava Jato no PR "deixa de existir". A responsabilidade por tocar a operação foi transferida para o Gaeco - Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado do Estado. (Clique aqui)


Fim do imbróglio

Ontem, por 3 x 0, a Paper Excellence venceu a J&F no litígio bilionário envolvendo o controle da produtora de celulose Eldorado Brasil. A arbitragem tramitou na respeitada ICC - Câmara de Comércio Internacional. (Clique aqui)


Direito ao esquecimento

Teve início na tarde de ontem, o julgamento no qual se discute o direito ao esquecimento na área cível. O julgamento contou com as manifestações das partes e dos interessados e com a primeira parte do voto do relator, o ministro Dias Toffoli. O debate continua hoje.

Advogado de familiares de Aída Curi: Sem direito ao esquecimento se perpetuará dor de vítimas. (Clique aqui)

Advogado da Rede Globo: Mero desejo de não ser lembrado não configura direito fundamental. (Clique aqui)

Sustentações dos amici curiae. (Clique aqui)

Toffoli conta casos históricos. (Clique aqui)

Megavazamento

Alexandre de Moraes determinou à Polícia Federal a abertura de inquérito para investigação de vazamento de informações de dados pessoais e sigilosos de ministros da Corte e outras autoridades. O ministro determinou, ainda, que o relatório produzido na investigação seja autuado no Supremo como petição autônoma e sigilosa. (Clique aqui)

Mesa Diretora da Câmara

A Câmara dos Deputados elegeu ontem os novos integrantes da Mesa Diretora da Casa. Veja os eleitos. (Clique aqui)

Operação Faroeste

Ontem, a Corte Especial do STJ, por unanimidade, decidiu prorrogar o afastamento dos desembargadores do TJ/BA investigados no âmbito da Operação Faroeste por um ano. Os magistrados são investigados por venda de decisões judiciais. (Clique aqui)

"Carteirada"

Ainda na sessão de ontem, a Corte Especial decidiu que o ministro Francisco Falcão será o relator do inquérito do desembargador do TJ/SP Eduardo Siqueira, o da "carteirada", que foi flagrado insultando um guarda municipal no litoral paulista. Ministro Raul Araújo havia suscitado questão de ordem defendendo a sua permanência na relatoria. (Clique aqui)

Água salgada, alma lavada

Um fato inusitado aconteceu na Paraíba nesta semana. O juiz Bartolomeu Correia Lima Filho, do TJ/PB, celebrou a homologação de sua aposentadoria por invalidez dando um belo mergulho no mar, com direito a paletó e gravata. "Essa imagem ficará registrada na memória de todos vocês", disse ele. (Clique aqui)

Rio 40 graus

Até o dia 20 de março advogados que atuam no TJ/RJ estão dispensados do uso de terno e gravata nas dependências do Judiciário fluminense quando estiverem despachando ou participando de audiências e sessões de julgamento. No ato, o Tribunal considera a temperatura no verão do Rio de Janeiro, que ultrapassa a casa dos 40 graus. (Clique aqui)


Evento - Questões Atuais de Direito Penal e Processual Penal

No dia 23/2, Migalhas realiza o seminário online "Questões Atuais de Direito Penal e Processual Penal", coordenado pelo advogado criminalista Marlus Arns de Oliveira, de Arns de Oliveira & Andreazza Advogados Associados. O debate será centralizado em dois importantes painéis: "A soberania do Tribunal do júri" e "Reflexões sobre o 1º ano dos Acordos de Não Persecução Penal". Imperdível! Inscreva-se já. (Clique aqui)


Negacionismo raiz

A deputada Bia Kicis, futura presidente da CCJ da Câmara dos Deputados, elaborou um PL que desobriga o uso de máscaras de proteção individual para evitar a contaminação pelo coronavírus. A autora alegou que "não há evidências científicas para assegurar que o uso de máscara protege a população, principalmente quando se trata de máscaras de fabricação artesanal". (Clique aqui)

Responsabilização solidária

4ª turma do TST afastou o reconhecimento de grupo econômico entre uma empresa de ônibus e uma viação e, consequentemente, afastou a responsabilização solidária da empresa pelo pagamento das parcelas trabalhistas devidas pela viação. Para o colegiado, não há relação de subordinação hierárquica entre as empresas. O escritório Ferrari & Rodrigues Advogados atua pela empresa de ônibus. (Clique aqui)

Contribuições sociais

A juíza Federal Carla Cristina de Oliveira Meira, da 1ª vara de Limeira/SP, afastou a incidência das contribuições parafiscais destinadas a terceiros sobre base de cálculo que ultrapasse 20 salários-mínimos. As contribuições são destinadas a entidades como Sebrae, Incra, Apex, ABDI, Sistema S - Sesi, Senai, Sesc, Senac, Senat e FNDE. O caso contou com a atuação do escritório Soares de Oliveira Advogados Associados. (Clique aqui)

Contribuições sociais - II

Vale lembrar que o tema da nota anterior já tem uma resolução, definida pelo STF, em tese de repercussão geral: "As contribuições devidas ao Sebrae, à Apex e à ABDI, com fundamento na lei 8.029/90 foram recepcionadas pela EC 33/01". (Clique aqui)

Plano de saúde

Viúva consegue restabelecer plano de saúde após morte do marido. A liminar é do juiz de Direito Rubens Pedreiro Lopes, da 4ª vara Cível do Tatuapé/SP. Os advogados Fernanda Giorno e Rodrigo Lopes dos Santos (Lopes & Giorno Advogados) patrocinam a causa. (Clique aqui)

Dever de cautela

Hospital indenizará familiares por deixar mulher cair da maca e gerar sequelas. A vítima faleceu após passar por cirurgia. Decisão do juiz de Direito Rafael Luís Brasileiro Kanayama, de Curitiba/PR, considerou que a queda contribuiu para o agravamento do caso da mulher. O escritório Marcia Nunes Advogados Associados atua pelos familiares. (Clique aqui)

Convênio

JF/DF decretou a nulidade do ato administrativo que ensejou a rescisão do contrato firmado entre o município de Turvo/PR e a Funasa - Fundação Nacional da Saúde, por ferir o princípio constitucional. O convênio tinha como objetivo possibilitar a implementação de sistema de abastecimento de água em áreas rurais e comunidades tradicionais. O escritório Santos Perego & Nunes da Cunha Advogados Associados patrocina a causa. (Clique aqui)


Apoiadores

Clique aqui para conhecer os festejados escritórios de advocacia e departamentos jurídicos que são Apoiadores de nosso poderoso rotativo Migalhas

Peixoto & Cury Advogados Peixoto & Cury Advogados
Penteado Mendonça e Char Advocacia Peixoto & Cury Advogados
Pestana e Villasbôas Arruda Advogados Petrarca Advogados

Migalhas

O lugar para ver e ser visto é aqui!


  • Colunas

ABC do CDC

O Procon/SP notificou a ANS requerendo que ela determine a suspensão dos aumentos autorizados para os planos de saúde coletivos e aplique apenas o reajuste implementado nos planos individuais. Sobre o assunto, o desembargador aposentado Rizzatto Nunes fala de importante questão dos aumentos abusivos praticados nos planos de saúde coletivos. (Clique aqui)

Migalhas Edilícias

A resolução de promessas de venda no contexto da incorporação imobiliária é tema abordado pelo advogados Melhim Namem Chalhub e Alexandre Junqueira Gomide, na coluna de hoje. (Clique aqui)

CPC na prática

Professor Rogerio Mollica tece considerações sobre o cabimento de sucumbência recursal em recurso de parte não sucumbente interposto somente para a majoração dos honorários advocatícios. (Clique aqui)

German Report

Na coluna de hoje, Karina Nunes Fritz entrevista o professor Reinhard Singer, da Universidade Humboldt de Berlim (Alemanha), acerca da atual discussão sobre as restrições aos direitos fundamentais provocadas pelas medidas de combate à pandemia, que tem ocupado tanto o Judiciário alemão, quanto o brasileiro. (Clique aqui)

Migalhas de Responsabilidade Civil

Sobre a Business Judment Rule, que é uma regra de exclusão da responsabilidade civil dos administradores das sociedades, Fabrício de Souza Oliveira e George Schneider Moura tratam dos problemas envolvendo a sua aplicação no Brasil, desde a discussão sobre a sua positivação em nosso Direito até a forma como é aplicada pela CVM e pelos Tribunais estatais. (Clique aqui)


Autor Vip Migalhas

Se já era bom ser migalheiro, agora ficou ainda melhor. Você já conhece a seção Autor Vip Migalhas? Agora você pode ter seu perfil de autor em posição de destaque no maior portal jurídico do país. Clique aqui e confira mais detalhes.


  • Migalhas de peso

Governança corporativa

O advogado Francisco Petros, do escritório Fernandes, Figueiredo, Françoso e Petros Advogados, destaca que a efetividade da governança corporativa é determinada por diversos fatores fundamentais. Para o advogado, o comportamento dos diretores e conselheiros das empresas tem de ser engajado na tarefa de cuidar da governança como um bem de todos e não somente daqueles que diretamente atuam na consecução dos objetivos empresariais. (Clique aqui)

Responsabilidade - Advogados públicos

O advogado Fábio Medina Osório, do escritório Medina Osório Advogados, aponta que os advogados públicos, tanto quanto outros agentes públicos, têm o chamado direito ao erro juridicamente tolerável. (Clique aqui)

LGPD

Após os últimos acontecimentos envolvendo a LGPD, o advogado Gabriel Schulman, do escritório Trajano Neto e Paciornik Advogados, comenta sobre a consolidação da lei na Europa e a dificuldade que o Brasil encontra para conseguir executá-la. (Clique aqui)

FGTS

Os depósitos efetuados nas contas vinculadas ao FGTS são corrigidos pela TR, que vem apresentando percentuais reduzidos de correção, consequentemente, os depósitos do FGTS vêm perdendo seu valor econômico. O advogado Ricardo Treu, da banca Gameleira Pelagio Fabião e Bassani Sociedade de Advogados, trata da mudança na correção do FGTS. (Clique aqui)

Contribuições previdenciárias

A advogada Maria Lucia de Moraes Luiz, do escritório Braga & Garbelotti - Consultores e Advogados, comenta recente decisão do Judiciário que autorizou a compensação de débitos referentes às contribuições previdenciárias, com créditos de PIS e Cofins, conhecida como "compensação cruzada". (Clique aqui)

Balcão Único

O ministério da Economia lançou o "Balcão Único", sistema que promete facilitar e acelerar o prazo de abertura de empresas no Brasil. Os advogados Enrique Tello Hadad e Rachel Martins Rennó, do escritório Loeser e Hadad Advogados, abordam o assunto. (Clique aqui)

Concursos públicos

Novas regras publicadas pela AGU trazem impactos diretos aos concursos públicos e devem ser observadas por todos os órgãos organizadores. Confira as novas regras em texto do advogado Agnaldo Bastos, do escritório Agnaldo Bastos Advocacia Especializada. (Clique aqui)

Imigração

Joe Biden anunciou propostas para mudar as políticas de imigração americana e, com isso, os vistos de entrada ao país devem passar por revisão. O advogado Daniel Toledo, do escritório Toledo Advogados Associados, destaca as principais mudanças. (Clique aqui)

Divórcio

O advogado Paulo Thomas Korte, do escritório Korte e Korte Sociedade de Advogados, em texto poético, faz uma comparação entre o divórcio e a cirurgia. "Divórcio. Uma cirurgia. O melhor é tentar curar a família sem ela." (Clique aqui)

Visual law

Juliana Ono (Thomson Reuters Brasil) ressalta que as transformações aceleradas pela pandemia demandam novas habilidades e recursos necessários para que possamos nos orientar, como o visual law, recurso que se dedica a tornar o Direito compreensível e mais acessível ao público final. (Clique aqui)


Apoiadores

Clique aqui para conhecer os festejados Apoiadores de Migalhas

Penteado Mendonça e Char Advocacia Petraroli Advogados Associados
Pieroti, Miguel, Rostagno & Guimarães e Souza Advogados Associados Pimentel e Fonti Advogados
Pinheiro Neto Advogados Pires & Gonçalves - Advogados Associados

Compramos seu precatório!

precatorios.migalhas.com.br


WhatsApp Migalhas

Receba notícias direto no seu celular.

Clique aqui para se cadastrar.


Novo Fomentador

Migalhas vem contando com o apoio de institutos, editoras, faculdades, associações e empresas de eventos para trazer sempre vantagens aos leitores. São os Fomentadores do Direito brasileiro. Temos o privilégio de anunciar que Migalhas conta a partir de hoje com a participação de mais um Fomentador do Direito:

  • FGV Direito Rio

Criada em 2002, a FGV Direito Rio nasceu com o objetivo de inovar no ensino jurídico, na pesquisa, na didática e no currículo de um curso de Direito. Seu propósito maior é contribuir para a formação de lideranças para pensar o Brasil a longo prazo. Referência no ensino e pesquisa no Direito, a escola visa a formação acadêmica e executiva de profissionais de carreiras públicas e privadas. É também pioneira em sua área de atuação, tendo criado o primeiro mestrado e doutorado em Direito da Regulação do país. A escola atua em múltiplas frentes, tais como graduação, pós-graduação e cursos de educação executiva. Clique aqui e conheça o novo Fomentador de Migalhas.


Pique-pique

Aos aniversariantes migalheiros do dia, enviamos nosso abraço. E o fazemos em nome dos ilustres ministros Marco Buzzi, do STJ, e José Roberto Freire Pimenta, do TST que assistem hoje às comemorações de seus aniversários. (Compartilhe)

Novos sócios

Escritório David Rechulski, Advogados anuncia Cesar Oliveira Janoti e André Ricardo Godoy como novos sócios. A chegada deles reforça a atuação da banca nas práticas de Direito Penal e Compliance Criminal, em linha com o projeto de crescimento contínuo e compromisso de prestar uma advocacia de excelência aos clientes. (Clique aqui)

Baú migalheiro

Em 4 de fevereiro de 1758, há 263 anos, era fundada Macapá, a capital do Amapá, na região norte do Brasil. Nesta data, na Praça São Sebastião (atual praça Veiga Cabral), foi erguido o Pelourinho, diante do Capitão General do Estado do Grão-Pará, Francisco Xavier de Mendonça Furtado, fato que sacramentou a fundação da Vila de São José de Macapá. A cidade possui várias curiosidades, entre elas vale destacar que parte do seu território cruza a linha do Equador, abrigando o famoso monumento Marco Zero. (Compartilhe)


Sorteio

Organizada por Bernardo de Azevedo e Souza e Ingrid Barbosa Oliveira, a obra "Visual Law: Como os Elementos Visuais Podem Transformar o Direito" (Thomson Reuters - Revista dos Tribunais - 172p.) é composta de 12 artigos escritos a partir de óticas interdisciplinares, cada qual abrangendo um recorte temático e revelando as inúmeras interlocuções possíveis entre o Direito e o design. Concorra ao livro digital, cortesia da editora. (Clique aqui)

Novidades

Está disponível para download o livro "Prática Trabalhista nos Tribunais: TRT's e TST", do coordenador trabalhista da Editora Mizuno, Ricardo Calcini (Ricardo Calcini | Cursos e Treinamentos). O e-book degustação traz, na versão gratuita, os capítulos "Incidente de Desconsideração da Personalidade Jurídica nos Tribunais Regionais do Trabalho" e "Honorários Advocatícios Sucumbenciais Recursais". (Clique aqui)

Lançamento de fevereiro da Thomson Reuters - Revista dos Tribunais: a 7ª edição do livro "Curso de Processo Penal", de Guilherme Madeira Dezem. Confira! (Clique aqui)

Migalhíssimas

Hoje José Roberto Covac, sócio de Covac - Sociedade de Advogados e diretor Jurídico do Semesp, participa do webinar "Como a Covid-19 afeta as relações de trabalho entre professores e IES". O advogado irá se reunir com Raquel Carmona, gerente do Departamento Jurídico do Semesp, para falar sobre as estratégias para organizar o início do ano letivo. (Clique aqui)

Acontece hoje, às 19h, a 5ª aula do curso online gratuito "Técnicas de Advocacia: sofisticação, eficiência e organização" com o tema "Inquirição de testemunhas" (clique aqui). Joaquim de Paiva Muniz (Trench Rossi Watanabe) é o moderador do encontro, que conta com a participação de Frederico Singarajah, Maurício Gomm e Pedro Martini. (Clique aqui)

Hoje, às 19h, a advogada Fernanda Andreazza (Arns de Oliveira & Andreazza Advogados Associados) participa da live "Aceleração de Impacto", promovida pelo Instituto Legado de Empreendedorismo Social com outros cinco especialistas. O evento apresenta o edital 2021 do "Projeto Legado", um dos mais reconhecidos programas de aceleração do país, com mais de 200 iniciativas aceleradas. A transmissão será pelo perfil do Instituto Legado no Facebook e no canal no YouTube. (Clique aqui)

No bate-papo cultural promovido por monteiro de castro, setoguti advogados, o escritório recebe a chef Gabriela Barretto, proprietária de aclamados restaurantes e autora do livro "Como cozinhar sua preguiça" (Ed. Melhoramentos). Amanhã, às 17h. (Clique aqui)

Bruna Mattos, advogada da equipe de Direito Empresarial do escritório Martorelli Advogados, integra o corpo docente do novo "MBA Business Analytics e Ciências de Dados", oferecido pela Católica Business School da Universidade Católica de Pernambuco. O curso será montando com base em uma jornada completa dos dados, passando desde os conceitos e relevâncias dos dados nas organizações, até práticas avançadas de inteligência artificial, tornando o aluno um cientista de dados, já que a área é uma das mais crescem no mercado. Bruna Mattos será professora do módulo sobre a "Lei Geral de Proteção de Dados". Inscrições até amanhã. (Clique aqui)

Licks Attorneys promove webinar gratuito sobre judicialização do acesso a medicamentos no Brasil e nos EUA. A palestra será ministrada por Alexandre Dalmasso, sócio da área de Compliance do escritório. O evento gratuito será dia 9/2, das 15 às 16h. Inscrições, clique aqui.

Chalfin, Goldberg & Vainboim Advogados divulgou alerta sobre "Programa de Gerenciamento de Riscos | Alterações Legais". (Clique aqui)

Direito das Relações de Consumo

A PUC/SP está com inscrições abertas para o curso de especialização "Direito das Relações de Consumo". A sociedade contemporânea contempla uma infinita gama de produtos e serviços, oferecidos pelo setor privado, assim como pelo setor público, demandando estudo aprofundado deste cenário. Desconto de 20% nos cursos de especialização para matrículas até 28/2. (Clique aqui)

Secretariado para escritório de advocacia

Último dia para você garantir sua vaga na "17ª edição do Curso Básico de Secretariado para Escritório de Advocacia" que acontece amanhã, das 19 às 22h. Realizado pela Radar - Gestão para Advogados e ministrado pela especialista Bruna Jordão. Prepare sua secretária e recepcionista para auxiliar e apoiar melhor em todas as questões administrativas do seu escritório. (Clique aqui)

Vazamento de dados

Dia 8, às 19h, MeuCurso promove evento gratuito sobre o maior vazamento de dados do Brasil, com especialistas em Direito Digital. A transmissão será no canal do YouTube. (Clique aqui)

Arbitragem e mediação

Centro de Arbitragem e Mediação da Câmara de Comércio Brasil-Canadá apoia institucionalmente o próximo evento da CIArb "YMG World Tour: Arbitragem e Mediação". Com duração de 11 semanas, o ciclo de webinar destaca a importância e eficiência que os árbitros desempenham ao permitir que a economia mundial permaneça operacional durante tempos de incerteza econômica. O próximo encontro será hoje, com discussão baseada na experiência da América do Sul. (Clique aqui)


Fomentadores

Clique aqui para conhecer todos os Fomentadores do Migalhas

SINSA - Sindicato das Sociedades de Advogados dos Estados de São Paulo e Rio de Janeiro Sinthoresp
SmartBPO Thomson Reuters Brasil

Migalhas também é cultura!

Monteiro Lobato | Joaquim Manuel de Macedo | Padre Antônio Vieira | Luís Roberto Barroso | Joaquim Nabuco | Paulo Bomfim | Lima Barreto | Olavo Bilac | Bernardo Guimarães | Camilo Castelo Branco | Aluísio Azevedo | Bastos Tigre | Rui Barbosa | Machado de Assis | Euclides da Cunha | Eça de Queirós | José de Alencar

Clique aqui e acesse mais títulos


Mural Migalhas

Sempre que se busca uma cidade no site Migalhas, procurando-se um correspondente jurídico, e não se encontra, o sistema nos avisa e, ah, nasce uma oportunidade. Ei-la abaixo, atualizada diariamente: é o rol de cidades nas quais há emergente necessidade de um profissional, mas não há, ainda, nenhum migalheiro cadastrado:

BA/São Gonçalo dos Campos
CE/Saboeiro
GO/Cavalcante
SP/Morungaba

Se você quer se candidatar para eventualmente atender quem procura, clique aqui.


Migalhas Clipping

The New York Times - EUA
"G.O.P. Leader Criticizes Freshman for Remarks But Doesn't Punish Her"

The Washington Post - EUA
"McCarthy moves for united GOP"

Le Monde - França
"Inceste: au tribunal, la mécanique d'un crime intime"

Corriere Della Sera - Itália
"Le mosse di Draghi: serve unità"

Le Figaro - França
"Vaccins: comment l'Europe s'est laissé distancer"

Clarín - Argentina
"Fernández se reunirá con gremios y empresarios para tratar de frenar la inflación"

El País - Espanha
"La confesión de Bárcenas"

Público - Portugal
"Confinamento mais duro reduziu contágio em 40% numa semana"

Die Welt - Alemanha
"Regierungsberater: Deutsche Ökostrom-Ziele unrealistisch"

The Guardian - Inglaterra
"Coughing risks to NHS staff 'greater' than feared"

O Estado de S. Paulo - São Paulo
"Bolsonaro, Pacheco e Lira prometem aprovação de reformas"

Folha de S.Paulo - São Paulo
"Bolsonaro pede reformas a novos líderes do Congresso"

O Globo - Rio de Janeiro
"País agiliza liberação e compra de mais vacinas"

Estado de Minas Gerais - Minas Gerais
"O que o Planalto quer do Congresso"

Correio Braziliense - Brasília
"Anvisa flexibiliza uso emergencial de vacina"

Zero Hora - Porto Alegre
"Reformas e socorro federal reduzem rombo nas contas do governo estadual"

O Povo - Ceará
"Leitos públicos de UTI devem dobrar em Fortaleza"

Jornal do Commercio - Pernambuco
"Vacina mais rápido"

Atualizado em: 4/2/2021 13:01