quinta-feira, 16 de setembro de 2021

AUTOR MIGALHAS

  1. Home >
  2. Autor >
  3. Thiago Ferreira Cardoso Neves
result.title
VIP VIP

Thiago Ferreira Cardoso Neves

https://www.migalhas.com.br/autor/thiago-f-cardoso-neves
Migalheiro desde abril/2020.

Sócio advogado do escritório Almeida e Neves Advogados. Vice-presidente administrativo da Academia Brasileira de Direito Civil - ABDC. Doutorando e mestre em Direito Civil. Professor da EMERJ.

Migalhas de peso O amor no Judiciário
quinta-feira, 8 de abril de 2021

O amor no Judiciário

O amor, ou a falta dele, pode ser objeto de análise pelo Poder Judiciário?
Migalhas de peso O direito privado brasileiro pós-pandemia da covid-19
terça-feira, 17 de novembro de 2020

O direito privado brasileiro pós-pandemia da covid-19

O que fazer com o término de vigência do RJET e a permanência da pandemia.
Migalhas de peso Pode o síndico proibir obras nos apartamentos durante a pandemia?
terça-feira, 25 de agosto de 2020

Pode o síndico proibir obras nos apartamentos durante a pandemia?

O síndico tem poderes para impedir a realização de obras durante o período da pandemia
Migalhas de peso A extensão dos prazos prescricionais e decadenciais no regime jurídico emergencial e transitório das normas de Direito Privado
quinta-feira, 30 de julho de 2020

A extensão dos prazos prescricionais e decadenciais no regime jurídico emergencial e transitório das normas de Direito Privado

Não se pode negar a importância de se perseguir a segurança jurídica especialmente em um contexto caracterizado pela insegurança material.
Migalhas de peso Deferir ou não deferir liminares em ação de despejo durante a pandemia: Eis a questão
quarta-feira, 17 de junho de 2020

Deferir ou não deferir liminares em ação de despejo durante a pandemia: Eis a questão

Guilherme Calmon Nogueira da Gama e VIPThiago Ferreira Cardoso Neves
O veto ao art. 9º do PL 1.179/20 atende o interesse público?
Migalhas de peso A covid-19 e o inadimplemento das obrigações
quinta-feira, 2 de abril de 2020

A covid-19 e o inadimplemento das obrigações

Trata-se, por certo, de situação excepcional, que torcemos que seja logo superada, dado os efeitos maléficos não apenas sob a ótica existencial, mas também patrimonial, tornando impossível o cumprimento de diversas obrigações e contratos, que são a principal ferramenta de trânsito comercial e econômico.